Archive for setembro, 2010

Monociclo elétrico

quarta-feira, setembro 29th, 2010

Motocicletas são sempre muito populares em centros urbanos, devido ao seu tamanho, rapidez e economia. Porém, para o futuro uma empresa americana imagina algumas diferenças.

Ao invés dos veículos com duas rodas, a empresa criou um veículo elétrico e de uma roda só, e que seria utilizado para pequenos trajetos. Assim, facilitando o tráfego.


Segundo a empresa Ryno Motors, criadora do monociclo elétrico, o veículo é controlado por um sistema eletrônico que controla a aceleração através da inclinação do condutor. A velocidade não ultrapassa os 48 km/h e as baterias são suficientes para percorrer até 40 km por recarga.

O preço do veículo ainda não foi confirmado, será em torno dos três mil e quinhentos dólares, nos EUA. Por aqui algo em torno de 6,1 mil reais, mas não é confirmado. Até agora foram criados dois protótipos para testes, porém a empresa ainda está em busca de empresas que invistam no projeto. Vamos esperar para ver se a idéia vai dar certo.

Leis na Marginal Tietê

segunda-feira, setembro 27th, 2010

Para alguns os moradores de São Paulo, as mudanças na Marginal Tietê não foram bem vistas. Desde o dia 2 de Agosto, medidas foram tomadas para que haja uma diminuição nos acidentes graves que aconteciam na pista. A CET espera uma diminuição próxima de 40%.

Segundo a lei, motos não são permitidas e houve uma diminuição na velocidade permitida para veículos pesados como caminhões e ônibus, que antes era de 90 km/h para 70 km/h.

Buscando a melhoria na segurança dos motoristas e motociclistas, a CET produziu um vídeo com o ator Marco Luque, que tem como um de seus personagens o motoqueiro Jackson Five. O filme foi veiculado na internet e também na televisão.

Vale a pena lembrar que contamos com uma matéria no blog que informa sobre as multas aos infratores da nova lei.

Smart Scooter

sexta-feira, setembro 24th, 2010

Falamos anteriormente sobre o modelo de scooter elétrica da marca inglesa Mini, agora é a vez de sua concorrente alemã, da Smart lançar as imagens de seu modelo. Com expectativa de apresentar a scooter em Outubro, no Salão de Paris a marca divulgou algumas imagens.

A motocicleta elétrica tem foco na agilidade, alto padrão de segurança, prazer da condução e, obviamente, emissão zero de poluentes. Tais características são principalmente para o uso urbano.

O propulsor elétrico transmite a potência diretamente para a roda traseira através de uma corrente - a Smart promete limpeza e garante que esta não irá necessitar de manutenção. Com uma potência de 4kW, a scooter pode atingir uma velocidade máxima de 45 km/h. O torque do motor elétrico já está disponível desde o momento da aceleração, o que garante vigor nas arrancadas.

A energia de tração é fornecida por um sistema altamente inovador que funciona a partir de uma bateria de 48 volts. Com este, a Smart anuncia uma autonomia de 100 km. A recarga pode ser feita em qualquer tomada doméstica e leva de três a cinco horas.

A intenção da empresa é expandir seu mercado principalmente entre os jovens, e por isso a scooter conta com design arrojado, segurança, tecnologia e consciência ambiental. Nos resta esperar e assistir entre a disputa entre os modelos Mini e Smart.

Suzuki V-Strom 650, boa para viagem

quarta-feira, setembro 22nd, 2010

Para os fãs de motocicleta, e principalmente aqueles que adoram viajar a bordo da sua para conhecer diferentes lugares. Antes quem desejava conhecer mais afundo seu país a bordo de uma motocicleta, tinha que desembolsar uma considerável quantia de dinheiro. Hoje já não precisa mais, a V-Strom 650 veio com um preço mais accessível.


A V-Strom 650 carrega grande parte das qualidades de sua “irmã” maior. A principal delas é o conforto. O assento é largo e tem a espuma na densidade ideal. Até mesmo o espaço para garupa, esquecido em muitas motos, é conhecido como um dos melhores do mercado. A proteção aerodinâmica também garante conforto extra para o piloto em longas viagens. A altura do guidão e os comandos estão ali, sempre à mão. E fechando o pacote as pedaleiras com proteções de borracha deixam as pernas em uma posição agradável. O painel completo e de fácil visualização perdeu o útil indicador de última marcha engatada e os aros cromados – presentes na V-Strom 1000.

A autonomia também é outro trunfo para os aventureiros, o tanque da 650cc comporta 22 litros de combustível. E como durante muitas viagens não é possível prever as condições da estrada o modelo tem suspensões altas e com regulagens – garfo telescópico na dianteira e monoamortecedor facilmente ajustável na traseira.
A V-Strom 650 só não se sai melhor no off-road por conta do seu peso excessivo e dos pneus que privilegiam a pilotagem no asfalto. Mas ela não nega fogo, com essa Suzuki 650cc é possível raspar as pedaleiras no asfalto ou cruzar um riacho com facilidade.

Fonte Infomoto

Linha Bandit 650

segunda-feira, setembro 20th, 2010

A nova linha Bandit 650, nas versões N (naked) e S (semi carenada) chega ao Brasil em outubro. Apesar do atraso de quase três anos, já que foi apresentada ao público brasileiro, no salão Duas Rodas de 2007.

O modelo conta com suspensão telescópica tradicional e monoamortecedor na parte traseira. Ambas as suspensões possuem regulagem de pré-carga e retorno da mola. Equipada com rodas de liga leve de 17 polegadas, calçadas com pneus de perfil esportivo.

Com relação ao sistema de freios, as duas versões contam com disco em ambas as rodas. Na dianteira, disco duplo flutuante de 310 mm de diâmetro, “mordidos” por pinças de quatro pistões. Já na traseira, disco simples de 240 mm de diâmetro e pinça de duplo pistão. Infelizmente, o Brasil só receberá modelos básicos, sem o freio ABS.

Para uma maior harmornização entre os elementos da dianteira, a versão N ganhou também uma nova capa lateral, estrategicamente posicionada entre a coluna de direção e o tanque. Aliás, o compartimento de combustível tem capacidade para 19 litros, que confere a moto uma boa autonomia. Já o modelo S conta com a proteção e o conforto do para brisa, que protege o piloto da fuligem, de pedriscos, de insetos, do vento e da chuva

O preço ainda não foi divulgado, mas deve girar em torno de R$ 29.000. A nova linha Bandit estará disponível em quatro opções de cores: preta, prata, azul e vermelha.

Ficha técnica

Motor: 4 tempos,  4 cilindros em linha, 16 válvulas,  DOHC, refrigeração líquida

Potência Máxima: 85hp a 10.500 rpm

Torque Máximo 6,27 kgf.m a 8.900 rpm

Transmissão: 6 velocidades

Comprimento Total 2.130 mm

Peso Seco 215 kg

Tanque 19 litros Óleo do Motor 3,5 litros (com troca de filtro)

Fonte: Moto Esporte

Mini-Scooters elétricas

sexta-feira, setembro 17th, 2010

A idéia do uso de veículos elétricos não se refere somente aos carros, empresas também estão investindo na produção de motos elétricas. Dessa vez a inglesa Mini, está investindo em scooters elétricas, além dela a marca Smart que pertence a Mercedes Benz também já investe no mesmo conceito.

O investimento de ambas as empresas no segmento, acirra a concorrência entre BMW e Mercedes, já que a Mini pertence a BMW. Esta estabeleceu que a Mini será a marca responsável pelas motocicletas voltadas para o transporte urbano e sem emissões. de poluentes. Enquanto a BMW Motorrad diversifica a oferta de motos maiores e mais potentes.

O estilo da Mini scooter deve lembrar um pouco o carro. Pelo menos em relação ao grande conta-giros central. O motor elétrico ficará na parte traseira e será alimentado por baterias de lítio.

O modelo e três opções de cores serão apresentados no Salão de Paris, porém essas foram as únicas informações sobre as apresentações.

Fonte: Motor Dream

Bauleto: Vale a pena ou não?

quarta-feira, setembro 15th, 2010

Há um tempo se pensar em instalar um bauleto na moto, era para quando se planejava uma longa viagem ou então que se trabalhava com moto-frete. Porém com o passar do tempo, isso foi mudando e com a queda no seu preço e uma melhora no visual, tornando os mais bonitos, os bauletos se popularizaram. Hoje em dia é possível encontrá-los em qualquer modelo.

O bauleto facilita muito a vida dos motoqueiros, a depender do tamanho pode suportar capacete, mochila ou qualquer outro objeto que você carregue. Dessa forma pode se esquecer o elástico ou então carregar o capacete no braço.

Porém uma fica a dúvida como escolher o bauleto certo? Com tantas marcas e modelos é normal ficar confuso, é necessário saber as especificações para que não se sobrecarregue ou então cometa algum erro que comprometa o bauleto.

Bauletos são baús menores normalmente usados em viagens e no dia a dia. O top case é normalmente o mais reforçado e muitas vezes feito em alumínio. Por último os alforjes são bolsas de tecido que ficam presas nas laterais da moto. Há ainda as malas laterais rígidas.

Algumas motocicletas já vêm de fábrica com este item como, por exemplo, a Honda XRE 300, Suzuki DL1000 V-Strom e BMW G 650 GS. Mas caso você o compre separadamente é melhor escolher um apropriado para sua moto. Preste atenção na qualidade do material e também nos pontos de fixação. Procure escolher bagageiros que não alterem a originalidade da sua moto e não necessitem de furos adicionais.

O bagageiro, assim como o bauleto, tem uma capacidade máxima de carga. É importante respeitar esse limite para não comprometer a estrutura do conjunto. Após a instalação do bagageiro, vem a escolha do bauleto.

Segundo o vendedor Samir de Souza, da loja paulistana Moto Atacama,a marca do produto faz a diferença “As marcas mais conceituadas do mercado são Givi e a Shad, que dão garantia para seus produtos, o que é fundamental.”

Existem modelos que não podem ser retirados da moto, comprometendo a praticidade. É importante verificar também a fixação, a facilidade de abertura da tampa superior e a segurança da trava. Em alguns modelos com apenas uma chave é possível abrir o baú e retirá-lo do suporte. É sempre bom reparar se na hora de fechar não há nenhuma folga que possa entrar água. Um bom bauleto é totalmente impermeável.

Depois de escolher a marca outra dúvida que surge, de acordo com o vendedor, é sobre o tamanho ideal. Existem modelos de 26 litros até 52 litros de capacidade. É possível dividir os bauletos em dois grupos: os que levam um capacete fechado e outros que transportam dois capacetes fechados. A melhor coisa a fazer é t estar antes da compra. Leve seu capacete ou sua mochila para testar se cabe tudo o que você precisa levar no bauleto. Se você leva garupa opte por um baú em que caibam dois capacetes. Uma boa dica é adquirir também um apoio de espuma para a garupa. Como o próprio nome diz, serve apenas para um leve apoio.

Fonte: Moto Dicas

Honda Lead 110

segunda-feira, setembro 13th, 2010

A concessionária Unimaq de Fortaleza revelou em seu site, que está para chegar a nova versão 2011 do modelo Honda Lead 110. O modelo terá uma versão edição especial, com pintura e grafismos diferentes.

O modelo Honda Lead 110, tem alcançado um importante espaço no mercado brasileiro. Isso se deve ao fato de ser equipada com direção eletrônica de combustível, transmissão automática CVT e seu porta objetos comportar até dois capacetes.

É esperado que se apresente o novo modelo no Feirão da Motocicleta em Outubro deste ano. Preços e datas para comercialização da moto ainda não foram divulgados. Porém, vale a pena ficar atento nessa novidade.

Fonte: Motokando

Projeto de Lei propõem 50% de desconto no pagamento do DPVAT

sexta-feira, setembro 10th, 2010

Você gostaria de receber 50% de desconto na hora de pagar seu DPVAT? Pois isto pode estar próximo de acontecer graças a um projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados.

dpvatsSegundo o projeto: os veículos classificados na categoria 9 (motocicletas, motonetas, ciclomotores e similares) que não apresentarem registro de acidentes com ocorrência de danos pessoais no período de doze meses anteriores ao vencimento seguro DPVAT farão jus a um bônus de 50% no valor do prêmio tarifário do mesmo.

Atualmente, os proprietários de motos pagam o valor de R$ 254,16, enquanto os donos de automóveis particulares desembolsam a quantia de R$ 89,61.

A intenção da medida é para que o condutor que não se envolver em acidentes no período, proporcionará recursos para futuros investimentos na manutenção preventiva da motocicleta, eliminando assim algum risco potencial de acidente com o veículo.

Uma boa, não?!

Fonte: Uol

Nova Yamaha R6 deve ser lançada apenas em 2012

quarta-feira, setembro 8th, 2010

yamaha68

Os fãs que aguardavam a chegada do modelo 2011 da Yamaha R6 receberam um balde de água fria nesta semana. A fabricante falou que um novo modelo só está previsto para chegar ao mercado em 2012.

A fabricante japonesa argumenta para este atraso que pretende remodelar por completo a sua superesportiva, e não fazer apenas alguns ajustes. Para o novo modelo está previsto um novo chassis, motor e carroceria, tudo já incorporando as últimas tecnologias usadas na MotoGP.

Outras novidades devem ser ainda os YCC-T - sistema de controle eletrônico do escapamento - e o YCC-I - sistema de aspiração variável.

Fonte: Motordream