Archive for abril, 2013

Honda ataca com primeira moto brasileira com sistema “start-stop”

terça-feira, abril 30th, 2013

30-04-2013-1

Motoqueiros, tem novidade pra aqueles que usam moto no dia a dia. A Honda lançou na sexta-feira (dia 26) o scooter PCX 150. Além de um belo visual, a motinha tem uma boa novidade, o sistema “start-stop”.

O sistema, chamado oficialmente de “idling stop”, desliga o motor assim que a moto para e religa ao toque do acelerador. Com isso, garante a Honda, a economia de combustível é sensível. Na verdade, o motor entra em stand by, mas não gasta gasolina quando neste estado.

Além da novidade, os scooter tem motor monocilíndrico de 153 cm³ com refrigeração líquida e comando simples no cabeçote (SOHC), capaz de gerar 13,6 cv. Possui freio CBS, que combina a frenagem dianteira e traseira automaticamente conforme a necessidade.

O preço sugerido é de R$ 7.990 e chega às lojas em maio. A Honda tem planos ambiciosos para ele e pretende fabricar 10 mil unidades até o fim do ano.

Parece coisa boa.

Até a próxima.

Virou moda: agora o capacete do Predador

segunda-feira, abril 29th, 2013

29-04-2013-1

Parece que abriram o baú das bizarrices na hora de criar novos capacetes. Há poucos dias mostramos o “capacete do Batman) lançado nos EUA. Os russos, sempre indo além, decidiram lançar o “capacete do Predador”.

Pra quem não se lembra, o Predador é um personagem do cinema e dos quadrinhos, uma raça alienígena caçadora. Fez sucesso no filme homônimo estrelado por  Arnold Schwarzenegger e Dany Glover.

O capacete, vendido pela loja russa online NLO-Moto, é de primeiríssima qualidade. O acabamento e a preocupação com os detalhes também é impressionante.

A peça é feita de fibra de vidro e usa como base capacetes suíços da marca IXS. Além de ser modificado para parecer o mascara do monstro, os detalhes vão muito além.

O capacete recebeu “dreadlocks” como do personagem feitos de tecido trançado. Há também leds laterais imitando a famosa mira laser de três pontos da criatura. Sem contar que o comprador pode escolher entre 18 opções de customização, como cores diversas e grafismos para imitar o rosto do caçador assassino.

O preço é alto: cerca de R$ 1.570. O comprador ainda pode exigir a peça em fibra de carbono (mais leve, mais resistente e bem mais cara) e a mira laser direcional (ok, não sei pra que serve isso e nem como funciona). O preço pode chegar a R$ 3.700.

Para comprar, vá direto ao site da NLO-Moto e encomendar. Eles aceitam Pay-Pal.

Vamos confessar: o acabamento é mesmo espetacular. Você teria um?

Até a próxima.

“Minha moto está fazendo ruídos!”

sexta-feira, abril 26th, 2013

26-04-2013-1

Amigo motoqueiro, se não for o ruído normal do motor ou do escape, é um sinal. E não um bom sinal.

Qualquer veículo apresenta algo errado se tem perda de potência ou ruídos “estranhos”. Por que com a moto seria diferente?

É muito importante prestar atenção a barulhos que aumentam e variam. Acontece que muitos motoqueiros acham que apenas os ruídos contínuos são preocupantes, mas isso não é verdade. Aqueles ruídos estranhos que somem depois de uma certa rotação ou um certo tempo também não são normais.

Faça assim: desligue o motor e aguarde uns 15 minutos para ele esfriar. Depois religue e repare se o barulho continua lá ou sumiu.

O desaparecimento (ou diminuição) do ruído na sequência não é uma notícia boa, mas apenas que ele tem relação com a temperatura da moto.

Caso o barulho ainda continue igualzinho, pior ainda. Desligar o motor e levar a moto ao mecânico é a atitude correta.

Usei o exemplo do ruído no motor, mas essa atenção vale para qualquer comando, como  acelerador, embreagem e câmbio: endureceu, amoleceu, ficou diferente? Qualquer variação merece uma olhada especial. Pode ser só uma falta de lubrificação ou ajuste, mas também, na pior das hipóteses, pode ser um problema maior. Melhor prevenir que remediar.

Vai arriscar? Melhor não.

Até a próxima.

Suzuki decide olhar pro Brasil e lança cinco novos modelos

quinta-feira, abril 25th, 2013

25-04-2013-1

Motoqueiros e motoqueiras, uma das críticas que os detratores da Suzuki têm é que a montadora não parece ser muito preocupada com o mercado brasileiro, trazendo algumas novidades aqui, outra ali, mas nada de grandioso. Só que dessa vez a Suzuki não economizou em novidades e já lançou cinco novos modelos (entre motos novas e modelos atualizados) para o mercado brasileiro.

No começo do mês, a montadora já tinha apresentado a GS120, agora eles trazem motos para mexer mesmo com o coração dos fãs da marca. A Gladius, a GSR 750 e a GSX1250FA fazem sua estreia no país, enquanto a DL V-Strom 650 e a GSX-R 750 passam por atualizações, que já estavam presentes no exterior (há um bom tempo).

O grande destaque dessa lista (e a moto mais aguardada da Suzuki pelo público brasileiro) é a naked Gladius, presente fora do Brasil desde 2008.

A moto traz um belo design, lembrando mais as nakeds europeias que as próprias japonesas (não à toa que a Europa é o maior mercado desse modelo). Ela é equipada com motor de dois cilindros e 645 cilindradas, com injeção eletrônica e refrigeração líquida, capaz de gerar 72 cv. Sim, é o mesmo motor a V-Strom.

Segundo a empresa, a previsão de chegada às concessionárias é para a primeira quinzena de junho nas cores cinza, azul e preta custando R$ 26.990. A GSR 750 também é uma naked, mas sob medida para os fãs das japonesas: apelo esportivo, quatro cilindros, visual futurista e desempenho condizente a todo esse conjunto.

“Agora vai!”, citando um amigo meu fã de Suzuki.

Curtiu as novidades?

Em defesa da scooter

quarta-feira, abril 24th, 2013

24-04-2013-1

Não importa, colega motoqueiro, se você a chama de cub, “vespinha” (por conta de seu modelo mais icônico), “motinha” (por conta de seu tamanho) ou qualquer outro apelido. O fato é que a scooter é um veículo muito útil e que merece mais atenção e “respeito” por parte dos próprios motoqueiros.

Acontece que muitos dos próprios motoqueiros têm certo desprezo pelas scooters, mesmo sem nunca ter dirigido uma ou sem entender o papel importante dessa classe de motos.

Primeiro, vamos pensar no trânsito diário. Quem optou por utilizar a moto no dia a dia pode até amar as superesportivas, mas com certeza terá na scooter uma companheira melhor. Vários motivos: ela é menor, por isso mais ágil para as ruas e avenidas estreitas e lotadas. Ela é mais econômica. Ela é muito mais barata, e isso inclui seguro e manutenção. E ela é mais confortável, só pelo fato de ser automática e pela posição boa de pilotagem.

Mas você é aquele cara que só tem a moto pra lazer, então nem tem porque se preocupar com as scooters, certo? Não.

Se você gosta de pegar estrada sem abrir mão do conforto e ainda leva uma garupa mesmo em caminhos longos, poderia pensar numa maxi-scooter. Se antes as “vespinhas” traziam, no máximo, 100 cc, hoje temos modelos ótimos e confortáveis de 650 cc! E mantendo as características das originais: cambio automático, conforto e simplicidade (algumas, nem tanta simplicidade assim).

Então, amigo, deixe o preconceito de lado e procure, pelo menos, dar uma voltinha nessas charmosas e carismáticas “motinhas”. Você vai se impressionar.

Até a próxima.

Capacete do Batman?

terça-feira, abril 23rd, 2013

23-04-2013-1

Motoqueiros e motoqueiras, lembra quando falamos que novidades e inovações em capacetes são raras? Então, a empresa HelmetDawg decidiu inovar até demais.

Eles criaram um capacete especial para os fãs de quadrinhos, em especial do Batman. O produto é chamado de Dark as Night (trocadilho com Dark Knight, um dos apelidos do herói) e apresenta coloração preta (claro) e detalhes que lembram as orelhas da máscara do Homem Morcego.

A peça está disponível para venda em diversos tamanhos e tem um preço bem convidativo: US$ 325 (cerca de R$ 650). O fabricante garante que o acessório é seguro e está dentro de todas as especificações de segurança exigidas pela legislação estadunidense.

Além disso, a empresa da Califórnia ainda afirma que mesmo com seu apelo visual, não existem partes de “brinquedo” no capacete e todos os materiais utilizados são de altíssima qualidade.

Confesse pra gente: você usaria?

Brasil está nos planos da KTM

segunda-feira, abril 22nd, 2013

22-04-2013-1

Motoqueiro de plantão, o Brasil não para de despertar interesse das montadoras. Quem demonstrou interesse agora foi a austríaca KTM. Segundo Stefan Pierer, diretor executivo da marca, a montadora errou na parceria com o Grupo Izzo, mas não tirou o Brasil dos planos.

Pierer garantiu que a KTM vai montar motos no Brasil e está buscando parceria para entrar no mercado nacional. Ele citou o trabalho da KTM na Colômbia, onde fabrica motos no modelo CKD (mesma fórmula usada por Ducatti, Triumph e Harley-Davidson no Brasil, por exemplo).

A idea seria usar fábricas brasileiras em Manaus para montar as motos da KTM. Hoje, há duas empresas instaladas realizando tais serviços de montagem para outras fabricantes: Bramont (Benelli/Keeway) e Dafra (BMW, Ducati e MV Agusta). Porém nada foi dito sobre contato entre elas e a montadora austríaca.

A KTM revelou que pretende lançar versões carenadas, no estilo “miniesportivas” das nakeds Duke (125 cc, 250 cc e 390 cc) ainda esse ano para serem apresentadas no Salão de Milão.

Nenhum outro detalhe, como modelo a ser montado no Brasil, foi revelado. E nem foi dito em qual pé está a negociação, mas o interesse e a certeza de entrar no mercado brasileiro é uma ideia fixa da KTM.

Vamos aguardar.

Mais do mesmo necessário: apenas 1% das motos vendidas no Brasil ano passado possuem ABS

sexta-feira, abril 19th, 2013

19-04-2013-1

Motoqueiro e motoqueira, é chover no molhado, eu sei. Mas terei que voltar a falar no assunto, pois envolve aquilo de mais importante quando estamos falando sobre conduzir um veículo (moto ou não): segurança.

Já discutimos algumas vezes no blog sobre os dispositivos de segurança e sobretudo sobre os freios ABS, mas esse dado revelado recentemente faz a discussão voltar a tona.

Apenas 1% das motos novas comercializadas em 2012 saiu da fábrica com freios ABS. E mais: nenhuma delas tinha menos de 300 cc, ou seja, as motos com ABS não estão naquela “pequena” fatia de 92% de todas as motos comercializadas no Brasil.

Por outro lado, ainda em 2012, 41% dos carros novos foram vendidos com sistema ABS e até 2014 esse número chegará próxima de 100%, por conta de uma nova e acertada legislação. Mas e as motos?

Bem, para o grande senso comum, a resposta é simples: que sumam!

O transito brasileiro não é pensado para a moto (já repeti isso algumas vezes também) e a movimentação urbana caminha de forma paradoxal. Ao passo que o uso da moto no cotidiano aparece cada vez mais como uma alternativa ao caos e um meio de economizar muito tempo e dinheiro, a própria urbanização exclui a presença do motoqueiro, seja com espaços públicos (como lugar para estacionar) ou legislações que favorecem apenas os condutores de carros (esquecendo, inclusive, do transporte público e do pedestre).

Mas saiba que o Brasil anda na contramão do mundo em relação a isso (também). A mesma legislação que obriga veículos desde 1.0 a terem ABS existe na Europa para motos. O que se espera por lá é que até 1 de janeiro de 2017 todas as motos com mais de 50 cc do velho mundo tenham esse sistema de frenagem. Para aquelas de até 125 cc, pelo menos um sistema de frenagem combinada (o já eficiente CBS para motos pequenas).

“A utilização do ABS pode impedir mais de um quarto de todos os acidentes de moto com danos pessoais”, afirma Gerhard Steiger, presidente da divisão Chassis Systems Control da Bosch, segundo estudo sobre acidentes conduzido pela empresa.

E aí, vamos ver esse quadro mudar algum dia por aqui? Não podemos é ficar calados.

Pense nisso e até a próxima.

BMW pode lançar uma Café Racer

quinta-feira, abril 18th, 2013

18-04-2013-1

Colegas motoqueiros, a BMW anda muito saidinha. Depois de anunciar que entrará no mundo das baixas cilindradas, a montadora alemã faz mistério em relação a uma moto para ser lançada em 2013.

O modelo será comemorativo aos 90 anos da BMW Motorrad (divisão de duas rodas da BMW). Além de versões especiais, uma moto original ganhará vida. Acontece que um site holandês muito conceituado chamado Oliepeil andou dizendo que a moto secreta é uma naked com fortes influências do estilo café racer (as motos de corrida de rua dos anos 60).

Inclusive divulgou esse desenho aí de cima. A marca alemã não se pronunciou, mas pelo que foi dito ano passado no Salão de Milão, é provável que seja verdade. Na ocasião, foi dito que a moto seria equipada com a versão clássica do motor BMW, refrigerada a ar e boxer de dois cilindros opostos.

O visual da projeção artística lembra muito a bela naked R 1200 R, o que a torna ainda mais provável. Enquanto anda da empresa bávara se pronunciar, o Brasil já está na rota das versões comemorativas de 90 anos da BMW Motorrad e receberá as R 1200 GS Adventure, a R 1200 RT e a própria R 1200 R em pinturas e configurações especiais.

E você? Acha que essa naked/café racer vai mesmo pintar?

Até a próxima.

18-04-2013-2

R 1200 R: A semelhança é clara

Honda anuncia recall de Falcon 2013

quarta-feira, abril 17th, 2013

17-04-2013-1

Colega motoqueiro, se você ou algum amigo seu tem uma Honda NX 400i Falcon 2013, é bom ficar de olho. A Honda anunciou na última sexta-feira um recall do modelo.

Segundo a montadora, é apenas uma inspeção preventiva da transmissão secundária. A Honda afirma que um problema pode travar a roda traseira, gerando uma bela queda do piloto, então, olho aberto.

Se o problema for encontrado na sua moto, pode ser necessária a troca do sistema de transmissão, serviço oferecido gratuitamente, claro.

Mas o recall atinge apenas 38 unidades da motocicleta. São aquelas com chassi de 9C2ND1010DR300876 até 9C2ND1010DR300894 e de 9C2ND1010DR300907 até 9C2ND1010DR300925. Se a sua moto está dentro desse leque, agende a inspeção pela central de atendimento da Honda, no telefone 0800-701-3432 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h).

Fique atento e até a próxima.