Archive for maio, 2013

São Paulo espera 1.500 motos para desfile de 100 anos da Harley

quinta-feira, maio 30th, 2013

30-05-2013-1

Colega motoqueiro, se estiver em São Paulo nesse feriado frio e cinzento (pelo menos por aqui), lembre-se que vai rolar festas de 110 anos da mítica Harley-Davidson pó aqui.

A “brincadeira” começa sábado às 13h na Arena Anhembi e as motos partem do local às 14h30. Após o desfile, a marca promoverá uma série de atividades no Sambódromo, como shows de manobras e apresentação de DJs. A festa termina com show do grupo Capital Inicial (particularmente, acho que a escolha poderia ser melhor, mais condizente com a identidade rock’n’roll da marca).

As primeiras 1.500 motos Harley-Davidson no evento terão direito a estacionamento gratuito na Rua Professor Milton Rodrigues. O estacionamento para motos de outras marcas e automóveis fica na mesma rua, com acesso pelo portão 30, e custa R$ 30,00 para carros e R$ 20 para motos.

Além disso, os ingressos custam R$ 150 (inteira, com idosos, estudantes, crianças menores de 12 anos e membros do clube de clientes da H-D pagam meia) e R$ 40 para crianças de 6 a 12 anos. Menores de 6 anos não pagam, mas todos os menores deverão estar acompanhados dos responsáveis (claro).

Ingressos à venda em http://www.hd110anos.com.br/ ou http://www.ingressorapido.com.br/ e nas bilheterias no local do evento.

Nos vemos lá?

Até a próxima.

Protótipo de scooter elétrico leva passageiro na frente

quarta-feira, maio 29th, 2013

29-05-2013-1

Caro motoqueiro, nem sei se podemos chamar isso de scooter, mas é uma boa ideia. Um projeto em conjunto de universidades da Alemanha e de Cingapura desenvolveu esse veículo elétrico chamado VOI. Ele é uma espécie de moto com cabine dianteira para levar um passageiro.

O interessante é que a cabine é fechada, trazendo mais conforto ao passageiro, principalmente em dias frios e/ou chuvosos.

Concebido para ser uma espécie de mototaxi, o projeto é fruto de trabalho da Technische Universitat Munchen (Universidade Técnica de Munique), na Alemanha, e a Nanyang Technological University (Universidade de Tecnologia de Nanyang) de Cingapura. A ideia é ter um veículo ágil como um scooter e confortável (para o passageiro) como um carro e que não seja poluente.

Uniram tudo isso e surgiu o VOI. Em testes pelas ruas de Cingapura, o modelo ainda não é usado como mototaxi, mas tem tudo pra dar certo.

Gostou da novidade? Acha que faria sucesso um transporte assim nas ruas do Brasil? Em São Paulo seria sucesso imediato…

Até a próxima.

BMW comemorativa é retrô até o caroço

terça-feira, maio 28th, 2013

28-05-2013-1-1

A Concept Ninety é uma renovação de uma moto tradicional da BMW

Colega motoqueiro, você bem sabe que este ano a BMW faz 90 anos no seguimento de motos. E, como toda grande empresa do ramo, prepara modelos comemorativos e especiais. Depois de boatos e especulações, um conceito foi revelado e só digo uma coisa: é retrô até a alma.

O pessoal da empresa bávara decidiu homenagear uma de suas mais icônicas motocicletas, a R 90 S, lançada há exatos 40 anos. Comemoração dupla.

A R 90 S foi a primeira moto a contar com carenagem. A primeira grande esportiva da marca ultrapassava os 200 km/h em 1973. Mas se você espera um visual de superesportiva, pode tirar o cavalinho da chuva. As primeiras esportivas eram no estilo café racer e pensadas para rua, não para pista.

A Concept Ninety (nome dado ao conceito comemorativo) é uma atualização da lendária R 90 S. Mesmo sem divulgar detalhes técnicos, a BMW já garantiu que a moto é equipada com o enorme motor boxer de 1200 cc que também está presente na R 1200 GS. Além do mais, a Ninety traz em seu conjunto o logotipo “R 90 S” igual a da original.

Moto linda para os saudosistas e para aqueles que, mesmo não tendo visto a R 90 S, gostam de um estilo vintage.

Curtiu a moto?

28-05-2013-1-21

A R 90 S original

Suzuki apresenta nova linha de custom chama B.O.S.S.

segunda-feira, maio 27th, 2013

27-05-2013-1

Você bem sabe, colega motoqueiro, que o público americano (assim como eu) adora motos estradeiras. Tanto que a maioria das montadoras japonesas tem uma linha à parte para essa classe de motocicletas. A Yamaha tem a Star e a Suzuki apresentou a B.O.S.S.

Na verdade, a B.O.S.S. é uma novidade que surgiu a partir do sucesso da Boulevard. A linha conta com três belíssimos modelos, todos dotados de motor V2 (claro), injeção eletrônica e muito, mas muito estilo.

Os modelos são M109R, C90 e C50. Irmã menor, a C50, traz um estilo mais clássico de custom e motor de 805 cc. A C90 já tem um estilo mais touring, com bolha frontal, alforjes laterais e 1.460 cc no motor. A maior e mais chamativa, M109R tem um apelo meio “H-D Vintage”, com capa para o farol e acabamento em amarelo e preto. Seu motor é de 1.783 cc.

Potência, torque e valores ainda não foram divulgados pela Suzuki. O Brasil não deverá receber essas pérolas tão cedo. No futuro, talvez, quando a Boulevard sair de linha de vez, talvez vejamos alguma B.O.S.S. por aqui, mas acho que apenas a C50 e a C90. Infelizmente.

Até a próxima.

Ducati já lançará nova versão da Diavel no Brasil

sexta-feira, maio 24th, 2013

24-05-2013-1

Colega motoqueiro, você já viu uma Diavel na rua? São poucos que responderão sim, pois a moto, montada em Manaus pela Ducati, ainda é uma tremenda novidade. Acontece que a montadora italiana gostou do mercado brasileiro e já está montando uma série especial da Dival por aqui.

Trata-se da Diavel Cromo. Como o nome sugere, detalhes em cromado e aço escovado tomam conta da motoca. No quesito mecânica, a Diavel Cromo partilha os mesmos componentes do modelo standard, o que inclui o propulsor Testastretta 11, de 1.100 cc , capaz de gerar 162 cv. O motor utiliza o sistema de acelerador eletrônico Ride-by-Wire, vem com o controle de tração da Ducati, três modos de pilotagem e ABS de série.

O diferencial está mesmo na parte estética. Os detalhes cromados contrastam com o quadro preto brilhante. A moto é basicamente bicolor. As rodas são novas e exclusivas (e espetaculares). Mas, para essa beleza toda, o preço será R$63.900.

Belezura, mas vale esse valor? O que você acha?

Até a próxima.

A Honda não para de diminuir

quinta-feira, maio 23rd, 2013

23-05-2013-1

Mas em tamanho de motos, não em tamanho da empresa. Após lançar a pequenina e charmosa MSX para o mercado estadunidense, apresentou um Cross Cub no mercado japonês.

Seu motor é um monocilíndrico de 109 cilindradas, com injeção eletrônica, capaz de gerar 5,9 cv. Seu câmbio é de quatro marchas, tradicional dos modelos da categoria cub. Para tornar o modelo um “crossover”, como a Honda diz, as carenagens foram reduzidas, deixando a Cross Cub mais robusta.

Cub, pra quem não sabe, é o mesmo que scooter para nós. Tanto que o modelo utiliza como base o mesmo quadro da Honda Biz brasileira.

Sem repetir o charme e a beleza, o preço da Cross Cub é ainda menor que o da MSX e será vendida por US$2.700 (cerca de R$5.200). A moto, de uso urbano, possui ainda bagageiro. A montadora garante que seu uso não é resumido à cidade, mas pode ser, como o nome indica, uma utilitária de uso misto.

Aí, meu amigo, eu só acredito vendo.

Eu espero que essas “minimotos” cheguem ao Brasil. Você teria uma?

Até a próxima.

Uma Honda CBR 1000RR exclusiva é sorteada para ajudar crianças

quarta-feira, maio 22nd, 2013

22-05-2013-1

A CBR 1000RR exclusiva

De vez em quando surgem leilões de peças e modelos exclusivos. Já foi a moto do James Bond, outra com pintura do Romero Britto e por aí vai. Dessa vez, por uma causa bem nobre, foi a vez uma Honda CBR 1000RR completamente customizada.

Mas ao invés de um leilão convencional, a coisa aconteceu de outra maneira. Cada pretendente da bela moto poderia comprar um bilhete por US$ 5 para concorrer ao sorteio. Valores maiores poderiam ser ofertados, naturalmente.

Toda renda arrecadada foi para a instituição Ride for Kids, organizada por empresas e motociclistas que colaboram com crianças que sofrem de tumor no cérebro.

CBR 1000RR ganhou um desenho único, cheio de cores e formas geométricas. Para se tornar única, ela passou por algumas mudanças não só na estética. Entre as principais alterações estão o novo escape, braço oscilante de um lado só, novo assento e novas rodas. Reformulada mesmo.

O sorteado ainda ganhará um capacete exclusivo para combinar com a máquina.

O sorteio arrecadou nada menos que US$ 675.096,72. O vencedor ainda não foi divulgado.

Curtiu a motoca?

Até a próxima.

Mormaii apresenta nova opção para off-road montada no Brasil

terça-feira, maio 21st, 2013

21-05-2013-1

Motoqueiro amigo, só não curte fazer uma trilha quem não fez ainda, certo? Então devemos ficar felizes com a nova opção para trilhas da Mormaii. Se você está reconhecendo esse nome, mas não sabe de onde, te explicamos.

A Mormaii é uma empresa brasileira especializada em surf, desde pranchas à surfwear, que está se entrando no mundo das motocicletas. E já começa lançando uma boa opção de off-raod (ao que parece, a empresa vai focar apenas nesse estilo).

A Enduro VT 250 contém componentes italianos, japoneses e chineses. O motor é da chinesa Zongshen, parceira da Kasinski no Brasil. Diferentemente da maioria de motos para uso exclusivamente na terra, a VT possui farol dianteiro e pode ser emplacada e, como uma boa off-road, a suspensão é invertida.

Seu preço é de R$17.850 e se for comprada à vista, cai para R$16.495, segundo a marca.

Além da moto, a Mormaii está lançando um reboque para ser acoplado no carro e transportar motos. Seu preço é R$4 mil.

Curtiu a novidade? Gosta de trilhas? Quais melhores lugares pra curtir um off-road?

Manda pra gente sua opinião.

Até a próxima.

Três Marleys e uma viagem pela África

segunda-feira, maio 20th, 2013

20-05-2013-1

Você sabia que Ziggy Marley, Rohan Marley e Robbie Marley, filhos de Bob Marley, são fanáticos por motocicletas? E mais que isso, patrocinados pela Ducati, fizeram uma viagem incrível pela África a fim de refazer os passos do pai quando este celebrou um concerto na independência do Zimbábue em 1980? E, o mais legal de tudo, isso foi registrado num documentário!

O documentário Marley Africa Road Trip foi dirigido por David Alexanian, diretor e produtor dos documentários sobre viagens de motocicletas Long Way Round e Long Way Down, com Ewan McGregor. O filme foi exibido em seis aprtes no exterior pelo Discory Chanel. Aqui no Brasil, pelo que investiguei, passou no canal por assinatura BIS, mas não assisti e não encontrei ninguém que tenha visto.

Porém a boa nova é que a viagem dos irmãos Marley agora estará disponível em DVD.

A série segue os irmãos desde a África do Sul até o Zimbábue. O encanto do local, conhecido há tempos por Bob Marley, é descoberto pelos seus filhos que compartilham uma aventura pelo coração do continente, conhecendo pessoas e convivendo com a natureza selvagem.

Como se não bastasse, o DVD traz 25 músicas ao vivo e em estúdio de Bob Marley e Ziggy Marley (Rohan e Robbie não são músicos) juntos com um arquivo de fotos raras. Tá bom pra você?

Eu estou louco pra por as mãos nesse DVD, ver esse documentário que deve ser inspirador e curtir uns sons do mais famoso músico do terceiro mundo junto com seu mais talentoso filho (que fez um ótimo show em São Paulo no mês de abril).

Até a próxima.

Minimoto com minipreço é a nova aposta da Honda

sexta-feira, maio 17th, 2013

17-05-2013-1

Ainda só nos EUA, mas a novidade da Honda é uma moto pequena (mesmo) destinada ao público jovem. Quem é mais antigo ou vintage (pois nunca ficamos velhos), lembra-se da “Monkey Bike” ou das mobiletes que tomaram alguns bairros mais calmos da cidade. A proposta é a mesma.

Mas se engana quem pensar que essas minimotos são de brinquedo. A MSX tem um motor monocilindro de 125 cc e 10 cv de potência, refrigeração a ar, câmbio de quatro marchas e chassi de aço.

O charme é seu tamanho mesmo: 1.760 mm de comprimento, 755 mm de largura e 1.010 mm de altura - as rodas são de 12 polegadas, tamanho similar ao de algumas scooters. Só para critério de comparação, a Honda Pop, menor modelo da marca no Brasil, que tem 1.819 mm de comprimento, 742 mm de largura e 1.020 mm de altura.

Mas a MSX tem seus caprichos também. O visor do painel é de LCD e os freios são a disco na dianteira e na traseira. Suspensão dianteira invertida e monoamortecedor na traseira. O conjunto óptico ainda traz elementos de LED. É uma baixinha bem invocada e charmosa.

O público é, obviamente, os mais jovens, a tal “geração Y”, por isso mesmo com o apelo urbano, a motinha tem elementos de “xtreme” e pegada radical.

Seu preço também é diminuto: chega ao consumidor por menos de US$3 mil nos EUA, mas ainda sem previsão de desembarcar no Brasil.

É uma graça essa motocicleta. Eu acho que teria uma até pra trabalhar, mas não sei se é confortável. Só pilotando pra ver.

Até a próxima.