Doença de Parkinson e moto, uma combinação perigosa

Doença de Parkinson e moto é uma combinação perigosa e que definitivamente não combina por conta de uma série de sintomas prejudiciais a pilotagem, oferecendo riscos ao piloto e as pessoas ao seu redor.parkinson

Os principais sintomas da doença são tremores e rigidez dos membros movimentos lentos e alterações no equilíbrio, problemas que desqualificam o motoqueiro a exercer uma pilotagem segura.

Confira abaixo os problemas que cada sintoma deste proporciona ao piloto na hora de conduzir sua moto:

Tremor: pode afetar mãos, braços, pernas, pés e pescoço (segmento cefálico). O tremor é contínuo e prejudica a firmeza na pega ao guidão.

Rigidez muscular: ocorre durante a flexão e extensão das articulações, dificultando os movimentos.

Bradcinesia: caracteriza pela dificuldade em executar os movimentos. O portador da Doença de Parkinson tem dificuldade em iniciar os movimentos, o que atrasa as ações, aumentando o risco de acidentes pelo retardamento do tempo de reação.

Alterações dos reflexos posturais: geram dificuldade para o paciente se reequilibrar-se quando desequilibrado.

Fonte: Motovrum

Tags: , , , , ,

One Response to “Doença de Parkinson e moto, uma combinação perigosa”

  1. Lucas Tardin disse:

    Cara, eu jurava que era piada.

Leave a Reply