Motofaixa Vergueiro, uma ideia que deu certo

motofaixavergaInaugurada a cerca de dois meses, a moto faixa que pega a extensão a partir do cruzamento da Avenida Professor Noé de Azevedo com a Avenida Lins de Vasconcelos - continuando pela Rua Vergueiro e Avenida Liberdade até chegar à Praça da Sé, centro da capital paulista ainda encontra-se em caráter experimental.

Daqui a um mês ela perderá este caráter e passará a ser obrigatória para quem precisar sair da zona sul e ir à região central da cidade. Mesmo sem a obrigatoriedade a “motofaixa” parece ter caído no gosto dos usuários de moto.

Segundo a Companhia de Engenharia e Tráfego (CET), nos 30 primeiros dias de utilização da motofaixa foi constatado que ela está sendo utilizada por 91% dos motociclistas que utilizam o corredor.

O órgão ainda informou que após a implantação da motofaixa, houve um aumento de 28% no número de motos circulando nos dois sentidos do corredor, no trecho próximo à Avenida Liberdade.

Na soma dos períodos de pico da manhã e tarde, o volume de motos neste local passou de 1.444 para 1.852 após a criação da via. Na Rua Vergueiro, próximo à estação Ana Rosa do Metrô, o aumento foi de 11% no número de motos em circulação, que passou de 4.655 para 5.212.

O governo comemora. Mas e para você, motociclista que utiliza a faixa, ela é realmente uma boa? Existe alguma coisa que poderia melhorar? Deixe sua opinião!

Fonte: Motovrum

Tags: , , , , ,

8 Responses to “Motofaixa Vergueiro, uma ideia que deu certo”

  1. Felipe Arruda disse:

    Acho ótimo.
    Principalmente obrigar a pegar a motofaixa em vias COM motofaixa.

    O que não aprovo é me obrigar a mudar de via pois a que eu tomo está proibida por não ter motofaixa ou ser “perigosa”

  2. Erik disse:

    É, parece ser um idéia muito boa.
    Moro em Salvador e aqui já tá na hora de implanterem uma moto faixa dessas.

    Abraços

  3. washington disse:

    Aqui em BH poderia ter essa iniciativa, já que uma parte das melhorias são baseadas na estrutura paulistana.

  4. Fernando disse:

    Adianta o que, se continuam barbarizando no resto da cidade, desrespeitando pedestres e leis de trânsito, e desafiando o bom senso?

  5. Jonathan disse:

    Creio que seja sim uma grande e bem vinda idéia. O corredor é sim viável, mas é muito perigoso. Não há um motociclista que não use o corredor.
    Ainda não entendi a lógica de obrigarem os motociclistas a usarem a faixa da direita se a saída de todas as vias estão na direita. Conclusão: tomamos as famosas “fechadas”.

    Tomare que seja implantado aqui no RJ também.

    Valeu pelo ótimo post.

  6. Rodrigo disse:

    Achei desnecessario especialmente na area da Liberdade.
    Sou motociclista mas transito por ali como pedestre.
    O que é pior é que parece que querem diminuir o tamanho das calçadas justamente para viabilizar esse espaço que foi “tomado” dos carros.
    Como esmagar todo aquele pessoal que passa por ali das faculdades e tal.
    Acho boa a implementação das motofaixas mas em locais de grande circulação tipo na 23 e na radial leste. Ali sim é preciso motofaixa.

  7. eduardo esteves disse:

    Não deu nada certo! O que aconteceu é que como eua varios outros motoristas deixaram de passar no lugar em razão das dificuldades.
    O engenheiro que bolou essa porcaria deve morar em Santana e não esta nem aí para os problemas causados.
    Essa ideias tem que ser apenas pintada no chão para perceber se funcionam ou não enão construirem canteiros, muros e telas como se fossemos galinhas ou gado no matadouro.
    Uma porcaria!!!

  8. RAPHAEL STOS disse:

    Trabalho nesse trecho da moto faixa e posso dizer, essa ideia não foi muito boa nao, se for olhar do ponto de vista dos motoristas sim, mais dos motoqueiros nao, sabe pq? Se o cara estiver na moto faixa que fica do lado(esquerdo) tiver que entrar em alguma rua paralela que todas ficam na (direita) ele terá que atravessar por toda a avenidade para chegar do outro lado, oq fica muito perigoso para ele, ate pq os motoristas de veiculos nao estaram mais tão atenciosos com os motoqueiros por conta da moto faixa.

Leave a Reply