Minimoto com minipreço é a nova aposta da Honda

17-05-2013-1

Ainda só nos EUA, mas a novidade da Honda é uma moto pequena (mesmo) destinada ao público jovem. Quem é mais antigo ou vintage (pois nunca ficamos velhos), lembra-se da “Monkey Bike” ou das mobiletes que tomaram alguns bairros mais calmos da cidade. A proposta é a mesma.

Mas se engana quem pensar que essas minimotos são de brinquedo. A MSX tem um motor monocilindro de 125 cc e 10 cv de potência, refrigeração a ar, câmbio de quatro marchas e chassi de aço.

O charme é seu tamanho mesmo: 1.760 mm de comprimento, 755 mm de largura e 1.010 mm de altura - as rodas são de 12 polegadas, tamanho similar ao de algumas scooters. Só para critério de comparação, a Honda Pop, menor modelo da marca no Brasil, que tem 1.819 mm de comprimento, 742 mm de largura e 1.020 mm de altura.

Mas a MSX tem seus caprichos também. O visor do painel é de LCD e os freios são a disco na dianteira e na traseira. Suspensão dianteira invertida e monoamortecedor na traseira. O conjunto óptico ainda traz elementos de LED. É uma baixinha bem invocada e charmosa.

O público é, obviamente, os mais jovens, a tal “geração Y”, por isso mesmo com o apelo urbano, a motinha tem elementos de “xtreme” e pegada radical.

Seu preço também é diminuto: chega ao consumidor por menos de US$3 mil nos EUA, mas ainda sem previsão de desembarcar no Brasil.

É uma graça essa motocicleta. Eu acho que teria uma até pra trabalhar, mas não sei se é confortável. Só pilotando pra ver.

Até a próxima.

Tags:

Leave a Reply