Não é porque o inverno ta aí que você vai passar frio na moto

04-07-2013-1

Motoqueiro, você já sabe: o inverno pode ser muito rigoroso pra quem anda de moto. Mas, também, não é preciso abandonar as duas rodas quando esfria; é só ficar atento.

Primeiramente, todas as dicas dadas aqui partem de uma premissa: você usará os equipamentos de proteção (capacete, luvas, botas e jaqueta apropriada).

Vamos lá. Nunca subestime o frio. Por mais que ele pareça fraco, lembre-se que sobre a moto a sensação térmica é bem mais baixa por causa do vento. Por isso, não tenha medo de utilizar várias camadas de roupa.

Uma boa pedida é a jaqueta própria para moto com forro térmico removível, pois ela também pode ser usada em dias mais quentes. Outra opção interessante são aquelas roupas “segunda pele”, muito comum entre atletas. Feita de tecido sintético, ela fica por baixo da roupa e evita que aquele ventinho entre em contato com a pele. Mesmo mais caras que as roupas de algodão, elas são extremamente eficazes e duradouras.

As luvas devem ser mais grossas que as normais. Muitas pessoas (eu incluído) sentem muito frio nas mãos, a ponto de perder boa parte da sensibilidade. Agora imagine pilotar uma moto assim… Não descuide.

Se o frio estiver realmente forte, uma balaclava (aquele tecido usado por pilotos profissionais para colocar no rosto) é uma amiga e tanto.

E se for fazer viagens longas ou em regiões, evite sair antes do sol nascer. A geada da noite deixa a pista muito úmida e, em alguns lugares, criam até uma pequena camada de gelo muito perigosa para o motociclista. Com o sol, o asfalto aquece um pouco, o suficiente pra derreter essa camada.

Até a próxima.

Tags: , ,

Leave a Reply