Hora de comer poeira

25-09-2013-1

Amigo das duas rodas, se você tem algum espírito aventureiro, já deve ter pensando em tirar a moto do asfalto e por na terra. Primeiramente devemos saber que existem duas situações de andar na terra: um trecho de alguma estrada ou caminho ou para a prática de esporte, seja por lazer, seja profissionalmente. Se o seu caso for o último, nós que precisamos de dicas. Mas se, assim como eu, você só pensa em curtir, então vamos compartilhar algumas informações.

Vamos ao ponto: motos pra terra são preparadas pra isso. Nem pense em colocar sua naked urbana ou sua estradeira cheia de cromados numa pista barrenta. Caso encontre trechos não asfatados pelo caminho, reduza (bem) a velocidade.

Lembre-se que esses trechos são mais irregulares que o asfalto, a aderencia é menor (ainda mais quando não estamos com os pneus próprios para esse uso) e não há sinalização. A saída é trafegar realmente devagar e seguro.

Mas se você foi mesmo curtir um terrão e está iniciando nessa aventura, já deve ter separado uma moto para a ocasião. Porém é necessário alguns equipamentos diferentes também.

É fundamental estar acompanhado para evitar qualquer imprevisto. A terra obriga você a usar mais o frei dianteiro que o asfalto, por isso fique bem atento. Outra coisa comum é ver gente pilotar em pé na terra. Isso porque com o numero de buracos e solavancos castigam as costas do piloto.

Lembre-se que você precisa de alguns equipamentos específicos. Procure lojas especializadas que possam te ajudar. Mas capacete é sempre obrigatório.

No mais, boas aventuras.

Até a próxima.

Tags: ,

Leave a Reply