Luvas? Sim!

26-09-2013-1

Colega motoqueiro, alguns ainda relutam em ter ou não uma luva. Vamos ser claros: tenha! Se puder, duas.

Pra quê? Primeiro para os motivos óbvios de protejer do frio, da chuva e do vento. Outra é pra garantir boa aderência nas manoplas, mesmo com o tempo ou as mãos úmidas.

Além disso, quando se está numa estrada (ou mesmo na cidade), um pedrinha que acidentalmente bata na sua mão pode doer muito (acredite) e, em alta velocidade, qualquel descuido ou desvio de atenção é perigoso.

Outro fato importante é que uma quedo, por menor que seja, nos obriga, instintivamente, a por as mãos nos chão. Precisa falar o que acontece caso você não esteja com luvas?

Luvas simples, de couro, ou pior ainda, as de pano, custam (e protegem) pouco. Melhor usá-las a não vestir nada. Mas, com cifras que vão dos R$ 130 até R$ 500, há luvas específicas para motociclistas que garantem ótima proteção.

Nelas, geralmente é usado couro associado a plástico injetado aplicado nas regiões com maior possibilidade de impacto e/ou abrasão em caso de acidente. No entanto, há luvas excelentes de material têxtil sintético que, além de mais apropriadas ao nosso clima, oferecem mais conforto.

Mas e aqueles modelos que chegam a custar R$1.500, valem a pena?

Vamos analisar. Esses modelos são projetados para uso em pista de altíssima velocidade. Cheios de proteção, eles aguentam impactos de mais de 200 km/h, poré, não são nada confortáveis. Seja sincero: você realmente precisa disso no dia a dia?

Prefira ter dois modelos, um pro calor e um mais quente pro frio, a ter um par apenas de mais de mil reais destinado à pista.

Tem mais dicas? Manda pra gente.

Até a próxima.

Tags: ,

Leave a Reply