Marcas de luxo apostam em modelos menores

25-11-2013-1

(Harley-Davidson Street 750, customizada para provar que é uma autêntica H-D)

Colega motoqueiro, existem marcas de moto voltadas ao público relamente rico que pode gastar mais de R$ 30 mil num modelo: BMW, Harley-Davidson, Triumph, KTM… Acontece que todas essas montadoras apresentaram um traço semelhante em 2013: pensar em novos consumidores com modelos de entrada mais baratos e menores.

De Milão veio a confirmação que a KTM voltaria para o Brasil e traria seus modelos menores de 400 cc. Isso já deixa o mercado de motos pequenas e médias mais parrudo, pois é uma amrca de luxo investindo nessa faixa de potência e preço.

A Triumph mostrou, também em Milão, o projeto que será de sua minisport de 250 cc. A marca “encolheu” de vez para abocanhar um segmento forte em mercados emergentes, como Índia e Brasil.

A Harley-Davidson impressionou ao fazer motos médias de 500 e 750 cc. A linha chamada de H-D Street desagradou alguns puristas mais ricos, que afirmaram que diminuir o motor faz perder o conceito da marca. Essa motos, também direcionadas a mercados menores, serão montadas a princípio nos EUA e na Índia, mas certamente chegarão ao Brasil.

A BMW diminui para 650 cc. Mas foi mais longe: apresentou scooters e firmou parceria com a montadora indiana TVS, o que leva a crer que pretende olhar para modelos menores também.

Ainda não sabemos como será a introdução dessas montadoras nos segmentos menores, lembrando que o diferencial delas não são apenas as motos,mas todo serviço exclusivo de auxilio ao consumidor, que começa assim que você adentra uma de suas concessionárias.

O que você acha? Uma boa proposta?

Até a próxima.

Tags: , , , ,

Leave a Reply