Hora certa para comprar sua moto

Mesmo com uma crise mundial, afetando a todos em todos os sentidos, adoradores de motos estilizadas, e até mesmo das motos normais, aqui no Brasil não sentirá muito com tudo isto.

Segundo Paulo Izzo, proprietário do grupo que representa grandes marcas de motos no Brasil, diz que mesmo com a crise mundial, 2008 será o ano recorde de vendas no país onde a crise só poderá afetar o mercado das duas rodas se de alguma forma afetar o bom-humor do consumidor brasileiro.

Para se ter uma noção só a marca Harley-Davidson teve um crescimento de 80%, mostrando assim que no setor de motos luxuosas o Brasil não será afetado nem pela restrição de crédito, muito menos com o aumento do dólar, tanto que a 2009 tem-se uma previsão de 40% de aumento.

Mesmo sendo suspeito a dizer sobre o assunto, o que te dá tanta credibilidade nas previsões para o mercado de motos luxuosas, é a política de preço inalterada e a expansão de rede de concessionárias de seu grupo. A proposta é de o grupo diminuir a margem de lucro para manter os preços inalterados enquanto o dólar não se estabiliza.

Para seu favorecimento a Harley-Davidson, já indicou que irá aumentar o a proporção de nacionalização das motos montadas na fábrica de Manaus, com isto diminui o impacto do dólar sobre os produtos, ate conseguir uma margem para futura operação de exportação.

Para a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), as vendas no mercado interno terão um aumento de 20,6% em relação ao ano passado, o que é muito bom, já que a previsão seria de 13,8%.

Fonte: G1

Tags: , , , , ,

Leave a Reply