Posts Tagged ‘abs’

Mais uma instuição comprova o que já sabemos: ABS salva vidas

segunda-feira, setembro 30th, 2013

145_ESPECIAL

Colega motoqueiro, já batemos na tecla inúmeras vezes, mas nunca é demias falar, afinal estamos falando da nossa segurança e das nossas vidas. Mais um instituto de pesquisa comprova algo que todos sabemos: freio ABS em motos salvam vidas.

Um estudo feito pela “Insurance Institute for Highway Safety” (IIHS), organização dos Estados Unidos que realiza testes independentes de segurança, aponta que a presença de freios ABS em motos podem diminuir os acidentes fatais em 37%. Ainda segundo a experiência, o número de colisões se torna 23% menor.

Na Europa, todas as motos deverão receber obrigatoriamente ABS a partir de 2016. Assim como os carros no Brasil em 2014. Porém, para motos no Brasil, o assunto ainda é debatido e sofre até resistência.

Triste e irresponsável da parte de governo e montadoras, pois em 10 anos o número de acidentes fatais envolvendo motos no trânsito aumentou em 263,5% no país. A saída deve ser o consumidor perceber a diferença que faz esse dispositivo e exigir mudanças nas leis e exigências brasileiras.

Até a próxima.

Honda CBR 1000RR 2010 C-ABS

quarta-feira, fevereiro 3rd, 2010

hondaabs Rapidez e segurança são os lemas do modelo 2010 da Honda CBR 1000RR, equipada com novos freios C-ABS controlados eletronicamente. O sistema é completamente novo e diferente de outros freios ABS: sua ação é combinada e controlada por um módulo eletrônico (ECM).

Fora esta bela e “segura” novidade, a nova superesportiva da Honda traz as mesmas especificações do modelo 2009.

Ficha Técnica: Honda CBR 1000RR C-ABS 2010

Motor: DOHC (duplo comando de válvulas no cabeçote), 999,8 cm³, quatro tempos, quatro cilindros em linha, 16 válvulas e arrefecimento a líquido.
Potência: 178,1 cv a 12.000 rpm.
Torque: 11,4 kgfm a 8.500 rpm.
Diâmetro e curso: 76,0 x 55,1 mm.
Taxa de Compressão: 12,3:1.
Alimentação: Injeção eletrônica de combustível PGM-DSFI (injeção eletrônica dupla sequencial). Partida elétrica.
Câmbio: Seis velocidades com transmissão por corrente
com anéis de vedação.
Quadro: Dupla trave superior do tipo diamante em alumínio.
Suspensão: Upside-down, 120 mm de diâmetro e 110 mm de curso (dianteira); balança traseira monoamortecida, 138 mm de curso e dez regulagens de pré-carga (traseira).
Freios: Disco duplo com acionamento hidráulico de quatro pistões na dianteira, cáliper de fixação radial e diâmetro de 320 mm com C-ABS (dianteiro); disco com acionamento por pistão simples, com 220 mm de diâmetro e C-ABS (traseiro).
Pneus e rodas: 120/70-ZR17 M/C 58W (dianteiro); 190/50-ZR17 M/C 73W (traseiro).
Dimensões: 2.080 mm x 685 mm x 1.130 mm (CxLxA); 1.410 mm (entre-eixos); 820 mm (altura do assento).
Tanque: 17,7 litros.
Peso: 177 Kg (a seco).
Cores: Azul metálica.
Preço: R$ 65.142.

Fonte: Infomoto

A BMW e suas siglas de segurança

terça-feira, novembro 17th, 2009

logo-bmw

As motos da BMW costumam ser conhecidas por sua beleza e potência, mas outro aspecto chama a atenção em suas máquinas, a segurança. Você já deve ter lido que a moto X da fabricante alemã vem equipada com ASC, ESA, ABS, RDC entre outras. Mas que diabo é isto? É o que falaremos neste post.

As siglas e suas funcionalidades:

RDC: É o controle eletrônico da pressão dos pneus. Além da verificação feita a cada vez que a moto é ligada, o sistema monitora permanentemente a calibragem dos pneus. Em caso de queda brusca na pressão, o motociclista recebe um aviso no computador de bordo.

ABS: São os freis “antitravamento” que garantem segurança nas frenagens de emergência.

ESA (Electronic Suspension Adjustment): Permite ajustar eletronicamente as suspensões da BMW.

ASC (Automatic Stability Control): Um exclusivo controle de tração que evita derrapagens indesejáveis em superfícies escorregadias. Uma curiosidade para os mais radicais, o ASC oferece um ajuste mais esportivo que permite leves derrapagens ou ainda o desligamento do sistema.

Fonte: UOL

Honda XRE 300

quarta-feira, outubro 7th, 2009

A Honda apresenta a moto que veio para substituir as famosas XR 250 Tornado e a NX4 Falcon. E, aparentemente, parece ter sido bem sucedida.

A moto apresenta novidades tanto no design, como um belo conjunto de paralamas, como na segurança, com a introdução do ABS, conhecido também como Combined ABS nas motos Honda. A versão equipada com o novo sistema tem preço sugerido de R$ 15.390, cerca de 20% a mais que a versão Standard cotada a R$ 12.890.

Ficha Técnica: Honda XRE 300 Standard/C-ABShonda

Motor: 291,6 cm³, monocilíndrico, quatro tempos, quatro válvulas, duplo comando no cabeçote (DOHC) e arrefecido a ar.
Potência: 26,1 cv a 7.500 rpm.
Torque: 2,81 kgfm a 6.000 rpm.
Diâmetro e curso: 79,0 mm x 59,5 mm.
Taxa de compressão: 9,0:1.
Alimentação: Injeção eletrônica de combustível PGM-FI.
Partida: Elétrica com sistema de ignição eletrônica.
Câmbio: Cinco marchas com embreagem multidisco em banho de óleo.
Suspensão: Dianteira por garfo telescópico com 245 mm de curso; traseira monoamortecida com sistema Pro-Link com 225 mm de curso.
Freios: Dianteiro a disco simples de 256 mm de diâmetro e pinças de dois pistões/pinças de três pistões na C-ABS; traseiro a disco simples de 220 mm de diâmetro e pinças de pistão simples.
Pneus: Dianteiro 90/90-21M/C (54S); traseiro 120/80-18M/C (62S).
Chassi: Berço semiduplo com 2.171 mm de comprimento, 830 mm de largura, 1.181 mm de altura e 1.417 mm de entre-eixos; 860 mm de altura do assento, 259 mm de altura ao solo.
Tanque: 12,4 litros (2,3 litros de reserva).
Peso: 144,5 kg/151 kg (a seco).
Cores: Preta, vermelha e amarela metálica.
Preço: R$ 12.890 (Standard)/R$ 15.390 (C-ABS).

Fonte: UOL

1,000,000 de motos BMW com ABS

quinta-feira, setembro 10th, 2009

kbmw

Tudo começou há 21 anos, quando saiu a primeira moto com ABS da linha de montagem da empresa alemã. De lá para cá, somaram se outros tantas até chegar no incontestável número de um milhão. Atualmente, cerca de 90% das motos BMW são equipadas com ABS.

Em 2004, uma R 100 RT, preparada para a Cruz Vermelha, foi a responsável por atingir a marca de meio milhão de motocicletas com ABS.
Desta vez, a tarefa ficou a cargo de uma K 1300 R, que na última semana tornou-se a milionésima máquina de duas rodas da fabricante alemã.

Fonte: Terra

Freios ABS

sexta-feira, março 27th, 2009

O sistema de freio ABS é eficiente somente em pista molhada, com areia ou óleo? Ou será que ele deveria ser melhor em pista seca também por permitir chegar ao limite da frenagem?Afinal, ABS vale a pena ou é dinheiro jogado fora?

Em um uso geral, o ABS só tende a aumentar a segurança, não apenas em espaço de frenagem, isso é muito relativo.

Também em situações de pânico dentro de uma curva, ou frenagem imediatas entre outros acontecimentos onde se aja pelo impulso imediato, reflexo, é difícil dosar o quanto de força pode ser aplicada nos freios e na maioria das vezes o chão é certo.

Nesse caso o ABS vai diminuir muito o espaço de frenagem. Além disso, com o ABS temos a certeza de que se pode sempre usar 100% dos freios.

Poder contar com uma frenagem dentro da curva é fantástico, principalmente quando se leva uma fechada que seria praticamente impossível de corrigir.

No geral, o freio ABS só tem a somar segurança, corrigindo tudo o que os seres humanos possam ter de imprecisão.

Fonte: Duas Rodas