Posts Tagged ‘consumo’

60km/l é a promessa da Honda para nova scoote

quinta-feira, junho 20th, 2013

20-06-2013-1

Colega motoqueiro que usa moto no dia a dia, a Honda apresentou para o mercado indiano a scooter Activa-I. É uma scooter pequena de 110 cc. Nada de mais, certo? A não ser pela promessa da montadora de ótimo consumo: 60km/l!

É isso mesmo. Segundo a marca, o método para verificação do consumo simula um deslocamento similar ao feito em vias urbanas. Para alcançar esta cifra econômica, a empresa utiliza tecnologia de baixa fricção.

Ela é pequena (do tamanho da Honda Pop, aproximadamente), tem câmbio automático CVT e entrega 8 cv de potência. O sistema de freios é arcaico: tambor nas duas rodas, mas traz um dispositivo que reparte a força dos freios entre os eixos. Suas rodas são de 10 polegadas.

Se o consumo for esse mesmo, é uma alternativa ótima para o uso cotidiano. Vamos ficar de olho.

Até a próxima.

Quanto sua moto “bebe”?

terça-feira, fevereiro 19th, 2013

19-02-2013-1

Parece estranho para alguns colegas motoqueiros, mas muita gente não sabe calcular quanto sua moto gasta de combustível. Se perguntar “quantos km sua moto faz com 1 litro de gasolina”, muita gente não sabe dizer.

Muitas motos não possuem hodômetro parcial, aqueles que podem ser zerados como de carros. Mas todo veículo possui um hodômetro central. É ele que nos “salvará” e vai nos ajudar a seguir esses cinco passos.

Passo 1: Encha o tanque da sua moto. Simples assim. Mas tem que colocar gasolina até o tanque encher, não pode ser parcialmente.

Passo 2: Anote a quilometragem da moto. Faça isso no posto de gasolina mesmo, antes de o frentista terminar de abastecer, se preferir.

Passo 3: A parte mais divertida, ande com a moto. Apenas isso, circule com ela por aí, uns 50 km no mínimo. Atenção a um detalhe apenas, o consumo na estrada é diferente do consumo na cidade. Se você pretende descobrir quanto sua moto gasta no dia a dia, não é ideal que faça essa medição em uma viagem e vice-versa, ok?

Passo 4: Aqui começa o momento de atenção. Encha o tanque outra vez, mas reparando quanto de gasolina entrou na sua moto. Basta olhar para a bomba do posto quando terminar de abastecer.

Passo 5: Anote novamente a quilometragem e faça uma conta simples. É só ver quantos quilômetros você rodou com essa quantidade de combustível. A conta é a seguinte: quilometragem atual – quilometragem anterior / litros de gasolina.

Veja um exemplo. Na primeira parada no posto, a sua moto apresentava 15.562 km rodados. Na segunda parada, apresentava 15.608 km. Quando você reparou quanto de combustível foi colocado, deu a marca de 2,672 l.

Faça a conta: 15.608 – 15.562 / 2,672 = 17,3.

Pronto! Sua moto faz 17,3 km/l. Simples não.

Até a próxima.

Kasinski construirá a 1ª fábrica de motos elétricas do País

segunda-feira, agosto 23rd, 2010

A partir do primeiro semestre de 2011 os motoqueiros terão a oportunidade de adquirir uma moto oumotoelerica bicicleta elétrica. Quem faz esta previsão é a Kasinski, empresa brasileira comprada pelo grupo chinês Zongshen, que anunciou investimento de R$ 20 milhões para construir uma fábrica no Rio de Janeiro com produtos deste segmento.

Por ser serem modelos elétricos, as máquinas não serão poluentes e poderão “reabastecer” sua bateria em tomadas de 110 ou 220 volts. Com a carga completa as motos irão possuir uma autonomia de 60 quilômetros, podendo variar de acordo com o peso do condutor e com as características do terreno.

A empresa projeta uma produção mensal média de 10 mil unidades de sete modelos de motos, scooters e bicicletas elétricas. Só para ter como base, uma scooter de dois mil watts, equivalente a uma convencional de 125 cilindradas, custará R$ 5.290.

Fonte: Terra

Honda NXR 150 Bros Mix, a terceira mais vendida no Brasil

quarta-feira, junho 30th, 2010

honda-nxr-150-bros-mix

Feita para uso no dia a dia, a Honda NXR 150 Bros Mix já se tornou a terceira moto mais vendida no país, mostrando que a tecnologia flex caiu no gosto dos motoqueiros.Com a baixa no preço do etanol, a moto é uma opção para quem roda muito e quer gastar pouco. Para saber se vale a pena utilizar álcool o motoqueiro pode fazer uma conta simples:

Basta pegar o preço do litro da gasolina e multiplicar por 0,70. Por exemplo: se o litro custa R$ 2,50, só vale a pena abastecer com o álcool se estiver a R$ 1,75 ou menos (R$ 2,50 multiplicado por 0,70 é igual a R$ 1,75). Se o preço do litro do álcool superar R$ 1,76, é melhor escolher a gasolina.

Ficha Técnica: Honda NXR 150 Bros Mix

Motor - Monocilíndrico, OHC, 4 tempos, arrefecido a ar
Cilindrada - 149,2 cm³
Potência máxima - 13,8 cv a 8.000 rpm (gasolina) ou 14,0 cv a 8.000 rpm (álcool)
Torque máximo - 1,39 kgf.m a 6.000 rpm (gasolina) ou 1,53 kgf.m a 6.000 rpm (álcool)
Alimentação - Injeção Eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection)
Capacidade do tanque - 11 litros
Câmbio - Cinco velocidades
Transmissão final - Corrente
Suspensão dianteira - Garfo telescópico com 180 mm de curso
Suspensão traseira - Mono-shock com 150 mm de curso
Freio dianteiro - Tambor de 130 mm de diâmetro
Freio traseiro - Tambor de 110 mm de diâmetro
Chassi - Berço semiduplo
Dimensões - (C x L x A) 2.036 x 810 x 1.138 mm
Altura do assento - 830 mm
Altura mínima do solo - 224 mm
Entre-eixos - 1.335 mm
Peso seco - 117,5 kg (versão KS), 118,6 kg (versão ES) e 119,1 kg (versão ESD)
Cores - Preto, vermelho e laranja
Preço público sugerido - R$ 7.890 (KS), R$ 8.290 (ES) e R$ 8.690 (ESD)

Fonte: Infomoto