Posts Tagged ‘deslizar’

Dicas para andar de moto na chuva

segunda-feira, janeiro 17th, 2011

pilotandonachuva

Sabemos que o cuidado deve ser redobrado para pilotar na chuva. Se puder evitar é melhor, uma vez que a visibilidade fica comprometida. Mas, se não tiver outro jeito, saiba algumas dicas de como ficar em segurança:
1.O ideal é ter uma roupa apropriada, pois o desconforto compromete a pilotagem.

2.Diminua a pressão dos pneus, um pouco apenas, pois essa circunstância requer mais aderência ao solo. A pressão pode variar conforme a condição, mas lembre-se de não baixar muito. Feito isso, não vá esquecer de calibrar os pneus quando parar a chuva.

3.Com a pista molhada estar atento às poças d’água, pois escondem buracos, pedras ou até mesmo causar uma aquaplanagem, condição em que as rodas perdem contato com o solo. Diminua a velocidade e evite passar sobre elas. Ao percorrer trechos urbanos evite passar pelo canto interno das curvas. Nessa região fica toda a sujeira do asfalto, principalmente resíduos dos veículos pesados.

4. As faixas pintadas no asfalto costumam ser escorregadias mesmo no seco, portanto, evite andar por elas e mais ainda, evite acelerar ao passar.

5. Frear a motocicleta exige a distribuição entre os freios dianteiro e traseiro. O adequado é que essa proporção seja de 70% na roda dianteira e 30% na roda traseira, porém sempre de modo gradual e contínuo até a moto parar. Se frear no seco já exige cautela, com o piso molhado a atenção deve ser maior. Pelo fato de o disco de freio estar molhado, pode ocorrer certo retardo na ação de frear.

6. Cuidado também com as manchas no asfalto: elas podem indicar algum problema, como óleo ou alguma substância escorregadia, desníveis de pista ou objetos soltos. Se for preciso, corrija a trajetória, porém sem se esquecer do tráfego a sua volta.

Fonte: G1

Freios ABS

sexta-feira, março 27th, 2009

O sistema de freio ABS é eficiente somente em pista molhada, com areia ou óleo? Ou será que ele deveria ser melhor em pista seca também por permitir chegar ao limite da frenagem?Afinal, ABS vale a pena ou é dinheiro jogado fora?

Em um uso geral, o ABS só tende a aumentar a segurança, não apenas em espaço de frenagem, isso é muito relativo.

Também em situações de pânico dentro de uma curva, ou frenagem imediatas entre outros acontecimentos onde se aja pelo impulso imediato, reflexo, é difícil dosar o quanto de força pode ser aplicada nos freios e na maioria das vezes o chão é certo.

Nesse caso o ABS vai diminuir muito o espaço de frenagem. Além disso, com o ABS temos a certeza de que se pode sempre usar 100% dos freios.

Poder contar com uma frenagem dentro da curva é fantástico, principalmente quando se leva uma fechada que seria praticamente impossível de corrigir.

No geral, o freio ABS só tem a somar segurança, corrigindo tudo o que os seres humanos possam ter de imprecisão.

Fonte: Duas Rodas

Aquaplanagem

terça-feira, março 3rd, 2009

No post passado falamos sobre os cuidados que se deve ter quando dirigir na chuva. Hoje o assunto continua parecido, falaremos da aquaplanagem e os problemas que ela pode acarretar aos motoqueiros.

Com água na pista, pode ocorrer a aquaplanagem, que é a perda da aderência do pneu com o solo. É quando o veículo flutua na água e você perde totalmente o controle sobre ele. A aquaplanagem pode acontecer com qualquer tipo de veículo e em qualquer piso.

Para evitar esta situação de perigo, você deve observar com atenção a presença de poças de água sobre a pista, mesmo não havendo chuva, e reduzir a velocidade utilizando os freios, antes de entrar na região empoçada.

Na chuva, aumenta a possibilidade de perda de aderência. Neste caso, reduza a velocidade e aumente a distância do veículo à sua frente.

Quando o veículo estiver sobre poças de água, não é recomendável a utilização dos freios. Segure a direção com força para manter o controle de seu veículo.

O estado de conservação dos pneus e a profundidade de seus sulcos são igualmente importantes para evitar a perda de aderência.

Antes do início da chuva, pare e “lave” a viseira do capacete de preferência com sabonete neutro ou “detergente”, evitando a presença da “gordura” deixada por insetos.

Durante a chuva se permita sempre ver o “rastro” do pneu de sua Moto na pista. Se não acontecer é porque sua moto está aguaplanando (boiando sobre um véu de água), diminua a velocidade suavemente até as marcas voltarem.

Fonte: Moto Segurança