Posts Tagged ‘freio’

Hora do freio: dê olho e ouvidos nele

terça-feira, junho 18th, 2013

18-06-2013-1

Colega Motoqueiro, sempre que possível trazemos alguns toques de manutenção e cuidados. Hoje falaremos algo fundamental: o freio.

Em termos de manutenção, o sistema de frenagem é bem delicado, pois é uma parte da moto que NÃO PODE falhar, ou seja, é fundamental que seus cuidados sejam sempre preventivos.

Quase todos os modelos de moto hoje são equipados com freio a disco ao menos na dianteira e, por conta da frenagem ser basicamente atrito, desgaste haverá não só nas pastilhas, mas também no disco. Isso é bom, na verdade, pois é fácil perceber um disco “gasto”, já que ele fica exposto (ao contrário das pastilhas). Riscos ou raias profundas são indicadores de vida útil terminal.

Quando o assunto é pastilha, a atenção deve vir do ouvido. Essas peças, quando desgastadas, apresentam um barulho diferente sempre que acionadas (aquele “apitinho” estranho). Soma-se a isso o curso da alavanca que passa a ser mais longo.

Porém tenha cuidado: quando a pastilha se desgasta por inteiro, o metal do disco encosta diretamente no metal da base da pastilha. Nesse caso, a coisa ta feia. E o barulho de metal com metal só não é pior que o estrago o bolso, pois tal contato vai danificar muito o próprio disco de freio que deverá ser trocado.

Já o sistema a tambor deve-se ouvir seus “ruídos” e manter a atenção no curso do pedal (ou manopla), assim como para a pastilha. Há também os pequenos indicadores de desgaste que, por meio de uma seta metálica que aponta para uma pequena escala, anunciam quanto de vida útil resta.

Para os dois casos, uma regra impera: metal com metal é prejuízo do grande. E ouvidos e olhos atentos.

Até a próxima.

Em época de férias, viaje tranquilo!

segunda-feira, julho 19th, 2010

Julho é época de férias escolares e de aproveitar uma folguinha na empresa para pegar a estrada. Mas para o passeio não virar um pesadelo é preciso verificar vários itens das motos, seguindo a velha máxima: é melhor prevenir do que remediar.viagemmotos2

1-) Filtros de ar, óleo e combustível: devem ser checados regularmente.

2-) Velas e cabos: sofrem desgaste com o uso e podem comprometer o desempenho do motor.

3-) Amortecedor: item de segurança que garante a estabilidade do veículo em curvas, deve ser trocado quando apresentar sinais de desgaste.

4-) Freios: verificar o estado do disco, lonas e pastilhas e fazer a troca de acordo com a recomendação do fabricante.

5-) Bateria: fazer a checagem para evitar panes inesperadas.

E lembre-se, leve sua máquina até um mecânico de confiança para que o barato não saia caro no final.

Fonte: G1

Honda CBR 1000RR 2010 C-ABS

quarta-feira, fevereiro 3rd, 2010

hondaabs Rapidez e segurança são os lemas do modelo 2010 da Honda CBR 1000RR, equipada com novos freios C-ABS controlados eletronicamente. O sistema é completamente novo e diferente de outros freios ABS: sua ação é combinada e controlada por um módulo eletrônico (ECM).

Fora esta bela e “segura” novidade, a nova superesportiva da Honda traz as mesmas especificações do modelo 2009.

Ficha Técnica: Honda CBR 1000RR C-ABS 2010

Motor: DOHC (duplo comando de válvulas no cabeçote), 999,8 cm³, quatro tempos, quatro cilindros em linha, 16 válvulas e arrefecimento a líquido.
Potência: 178,1 cv a 12.000 rpm.
Torque: 11,4 kgfm a 8.500 rpm.
Diâmetro e curso: 76,0 x 55,1 mm.
Taxa de Compressão: 12,3:1.
Alimentação: Injeção eletrônica de combustível PGM-DSFI (injeção eletrônica dupla sequencial). Partida elétrica.
Câmbio: Seis velocidades com transmissão por corrente
com anéis de vedação.
Quadro: Dupla trave superior do tipo diamante em alumínio.
Suspensão: Upside-down, 120 mm de diâmetro e 110 mm de curso (dianteira); balança traseira monoamortecida, 138 mm de curso e dez regulagens de pré-carga (traseira).
Freios: Disco duplo com acionamento hidráulico de quatro pistões na dianteira, cáliper de fixação radial e diâmetro de 320 mm com C-ABS (dianteiro); disco com acionamento por pistão simples, com 220 mm de diâmetro e C-ABS (traseiro).
Pneus e rodas: 120/70-ZR17 M/C 58W (dianteiro); 190/50-ZR17 M/C 73W (traseiro).
Dimensões: 2.080 mm x 685 mm x 1.130 mm (CxLxA); 1.410 mm (entre-eixos); 820 mm (altura do assento).
Tanque: 17,7 litros.
Peso: 177 Kg (a seco).
Cores: Azul metálica.
Preço: R$ 65.142.

Fonte: Infomoto

Mantenha a moto sempre arrumada

segunda-feira, setembro 14th, 2009

Estudo realizado pela Abraciclo apontou que 90% das motos em circulação na capital paulista apresentam alguma necessidade de manutenção.

Segue então algumas dicas que devem ser inspecionados periodicamente para que sua moto funcione sempre com 100% de segurança.

Corrente: A corrente é responsável por transmitir o torque, ou seja, a força gerada pelo motor às rodas. Contudo, a necessidade da corrente é apenas a lubrificação, que deve ser feita a cada 500 km. O lubrificante mais recomendado para fazer a lubrificação é óleo do tipo 90, que é bem grosso.

Freios: Quando for a tambor a manutenção é mais simples e mais em conta. Como ele não se ajusta automaticamente é muito importante sempreoleo manter ajustado a folga do cabo ou do varão de acionamento do freio. No modelo a disco, por ser hidráulico ele se auto-ajusta, mas é preciso conferir sempre o nível de fluido do reservatório, geralmente no guidão.

Óleo do motor: O ideal é trocar o óleo do motor da motocicleta a cada 3.000 km, sempre em conjunto com o respectivo filtro. Em alguns modelos de baixa cilindrada o fabricante recomenda a troca entre 1.000 km. Por isso é recomendável sempre seguir as instruções do manual do proprietário.

Bateria: Ao menos uma vez a cada seis meses o nível da água da bateria deve ser verificado. Alguns indícios podem denunciar a falta de solução na bateria, como por exemplo, quando o farol enfraquece em marcha lenta e fica forte ao acelerar, ou então quando o pisca é acionado e a luz em geral pisca junto

Carenagem e suportes: Se a sua moto tiver carenagem é fundamental fazer um reaperto ao menos a cada dois meses, pois a vibração do motor tende a afrouxar os parafusos. O mesmo cuidado deve ser estendido para os suportes em geral, como por exemplo, um porta-bagagem, painel e acessórios variados.

Fonte: G1

BMW faz recall de 219 motos

quarta-feira, junho 24th, 2009

bmw_logo

Como vocês já devem ter reparado, todas as quartas nós colocamos um lançamento aqui no blog. Caso não tenha reparado, fica a informação!

Mas para não perder a notícia, colocamos hoje aqui a informação que a BMW do Brasil convocou nesta terça (22) um recall de 219 motocicletas K1300R, K1300S e K1300GT fabricadas entre novembro de 2008 e maio de 2009.

Os proprietários destes modelos, que possuem chassis ZV65265 a ZV79659 e ZW00176 a ZW02834, devem comparecer a uma concessionária da BMW para a instalação de uma rede no reservatório de fluido do freio dianteiro.

A não instalação desta rede propicia a possibilidade de entrada de ar no circuito hidráulico, o que pode causar a perda de eficiência do freio dianteiro, podendo ocasionar acidente.

Mas não é só isto. Ao comparecer a uma concessionária da marca, não esqueça de pedir a entrega de uma folha suplementar ao manual do proprietário.

Mais informações podem ser obtidas pelo tel. (0800) 707-3578 e pelo site www.bmw-motorrad.com.br.

Não perca amanhã o lançamento da semana!

Fonte: Uol