Posts Tagged ‘habilitação’

Aumenta o número de mulheres motociclistas

segunda-feira, abril 19th, 2010

As mulheres vêm ganhando espaço no mundo das duas rodas e deixando para traz o machista ditado que “lugar de mulher é na garupa”.

Segundo dados divulgados por nove Detrans (Departamentos Estaduais de Trânsito) o sexo feminino no comando de motocicletas cresce ano após ano, chegando a uma variação de 20% a 35,7% o número de habilitações concedidas às mulheres.

Segundo estudos, este aumento beneficiará o trânsito nestes Estados em virtude do comportamento mais defensivomulhermoto que as mulheres têm tanto ao volante como no comando dos guidões.

Acompanhe como foi a evolução em alguns Estados:

Rio de Janeiro

15.533 mulheres receberam Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) para dirigir motocicletas em todas as categorias, de um total de 191.756 documentos emitidos em 2009. O ano anterior já havia apresentado um crescimento de 33,1%. No número de mulheres habilitadas.

São Paulo

43.852 mulheres receberam habilitação categorias A e AB, que permitem a condução de motocicletas e carros de passeio em 2009. No ano, foram cadastradas 5,5 milhões de CNHs de todas as categorias.

Paraná

289.599 mulheres foram habilitadas para dirigir motocicletas em todas as categorias em 2009, de um total de 4,1 milhões de CNHs emitidas.

Mato Grosso do Sul

Foram emitidas 110 mil habilitações para motociclistas femininas em todas as categorias em 2009, contra 90,7 mil registros em 2008.

Bahia

Foram emitidas 18.128 CNHs para motociclistas mulheres apenas na categoria A.

Rio Grande do Sul

182.421 mulheres receberam habilitação para dirigir motocicletas em 2009, em todas as categorias. No ano anterior, apenas 155.607 foram aprovadas. O crescimento foi de 17,2% com relação ao ano anterior.

Fonte: G1

Motorista pode pilotar motos de 125 cc

quinta-feira, setembro 17th, 2009

Mas não aqui no Brasil e sim em Portugal. Nossos patrícios sancionaram uma lei que permite que os motoristas, que possuam carteira de habilitação para carros, possam pilotar motos de até 125 cc com a potência limitada a 14,7 cv. O diferencial é que na CNH deles não é necessário que o motorista obtenha uma nova licença ou mudancg1251ça de categoria para pilotar motos.

Isto mesmo, se você tem habilitação para carro, pode comprar e pilotar uma moto de baixa cilindrada.

Para o mercado português de moto foi ótimo, números mostram que houve um aumento significativo nas vendas de motos de baixa cilindrada.

Uma lei destas aqui no Brasil pegaria, ou é apenas uma idéia portuguesa?

Fonte: UOL

Como evitar multas desnecessárias

segunda-feira, junho 29th, 2009

Motos e scooters são boas maneiras de fugir do caótico trânsito das grandes cidades, mas é importante ficar atento a alguns vícios e atitudes para nãomultas12 levar multas desnecessárias:

1-) Não andar com a viseira levantada. A multa é pesada, R$ 191,54 e ainda “ganha” sete pontos na carteira e suspensão do direito de dirigir

2-) Se você estiver com a viseira abaixada e o carona não, de nada adianta. É multa do mesmo jeito!

3-) No corredor, trafegar sempre com o farol aceso, mesmo durante o dia. Deixar de ligá-lo é multa gravíssima no valor de R$ 191,54, com sete pontos na carteira e suspensão do direito de dirigir

4-) Transportar crianças menores de sete anos. Multa gravíssima.

5-) Fazer malabarismos - salvo em competições devidamente autorizadas - é considerado infração gravíssima e mais sete pontos no prontuário.

6-) Respeitar sempre os limites e sinalizações das vias.

Fonte: Primeira Mão

Futuro motociclista

sexta-feira, janeiro 30th, 2009

Segue 5 dicas para futuros motociclistas:

1 - Habilite-se e faça cursos: Apesar de não ser suficiente, a habilitação exigida pelas autoridades ajuda os iniciantes a se acostumarem com a motocicleta. É importante também participar de cursos de pilotagem defensiva oferecidos por concessionárias e associações.

2 - Use equipamento de segurança: O capacete é essencial, mas não suficiente. Use luvas, roupas e calçados apropriados. Sandálias “Havaianas” ou saltos plataforma não são calçados apropriados.

3 - Pilote sóbrio: Nunca beba ou use outras drogas quando for pilotar. Segundo a pesquisa da NHTSA, do total de mortos em acidentes, 17.941 apresentavam um alto nível de álcool no sangue.

4- Pilote de acordo com seus limites: Não pilote mais rápido ou por muito mais tempo do que suas habilidades permitem.

5- Esteja sempre aprendendo: Procure fazer os cursos de pilotagem oferecidos pelas concessionárias, montadoras e associações para se manter atualizado. Lembre-se: nunca se sabe tudo sobre segurança.

Fonte: Web Motors

Viagem de moto

segunda-feira, dezembro 1st, 2008

Com a chegada do verão e com ele as férias, aquela tão esperada viagem com a motocicleta esta mais perto para se realizar. Com o aumento do fluxo de veículos nas estradas nesta época, veja algumas dicas para não passar por sustos e cuidados que se deve ter para não ter dor de cabeça.

Primeiramente, se vista corretamente, pois os equipamentos de segurança servem para evitar ferimentos em uma eventual queda, além de garantir maior conforto para quem pilota e para quem estiver na garupa.
As jaquetas e calças devem ser de tamanho justo, assim não balançam com o vento da estrada e prefira roupas que possuam proteção rígida, múltiplas regulagens para o corpo e tecido com resistência contra abrasão e cortes.

O principal item de segurança e único obrigatório pela legislação brasileira é o capacete o qual deve estar em perfeito estado, dentro do prazo de validade, viseira limpa e sem riscos. Viseira fumê ajuda aos que não gostam de pilotar de óculos de sol, já os capacetes tipo “coquinho” são proibidos e os modelos abertos só podem ser usados com óculos de proteção, os modelos off-road na são os mais adequados para o uso nas rodovias, pois a palheta superior segura o vento, fazendo assim com que a cabeça do piloto seja jogada para trás durante a pilotagem.

Realizar uma revisão antes da viajem tem que ser feito, afinal a coisa mais desagradável é ficar parado no meio da estrada devido a uma pane mecânica, faça a verificação dos procedimentos básicos, como ver o estado e a pressão dos pneus, nível de óleo, condições das velas e o funcionamento da buzina, lâmpadas e cabos de acionamento. Estes são itens fáceis de conferir e corrigir caso haja falhas.

Trace um roteiro antecipadamente, faça uma busca pela internet onde você, além de conseguir ter acesso a mapas das estradas, consegue verificar as condições da estrada e relatos de quem já viajou para o local e dicas sobre o percurso.

Verifique se a documentação e a habilitação estão em ordem, já que as autoridades nas estradas no final do ano tende a aumentar, e irregularidades como validade do documento e habilitação vencida geram multas além do transtorno.
Ande sempre com o farol aceso, evite transitar no “ponto cego” dos veículos não é preciso correr você ira chegar do mesmo jeito e indo com mais calma curte mais o momento da moto na estrada.

Fonte: Uol