Posts Tagged ‘Harley Davidson’

Harley do Papa vai a leilão

sexta-feira, janeiro 17th, 2014

17-01-2014-1

Parece estranho isso, mas o título está certo. O Papa Francisco ganhou uma Harley-Davidson Dyna Super Glide da fábrica quando as comemorações dos 110 anos da marca passaram por Roma.

Pois bem, como sua santidade não pretende rodar de H-D por aí, a moto deverá ir a leilão no próximo dai 6, em Paris.

A moto, na verdade, já havia sido doada para caridade pelo pontíficie. O valor arrecadado pelo leilão irá para a Caritas Roma, associação que arrecada fundos em nome da Igreja Católica. O dinheiro servirá para renovar o albergue Don Luigi di Liegro, situado próximo à estação de trem de Termini, em Roma. Aberto há trinta anos, o local oferece abrigo e alimentação para mais de 1.000 pessoas sem teto e sem emprego todos os dias.

Não existe nenhum valor estimado para o leilão, mas o pessoal da Bonhams, responsável pela venda, está animado e otimista. Não tenho dúvidas de que será arrecadado um valor alto para essa bela H-D com crivo papal.

Até a próxima.

Marcas de luxo apostam em modelos menores

segunda-feira, novembro 25th, 2013

25-11-2013-1

(Harley-Davidson Street 750, customizada para provar que é uma autêntica H-D)

Colega motoqueiro, existem marcas de moto voltadas ao público relamente rico que pode gastar mais de R$ 30 mil num modelo: BMW, Harley-Davidson, Triumph, KTM… Acontece que todas essas montadoras apresentaram um traço semelhante em 2013: pensar em novos consumidores com modelos de entrada mais baratos e menores.

De Milão veio a confirmação que a KTM voltaria para o Brasil e traria seus modelos menores de 400 cc. Isso já deixa o mercado de motos pequenas e médias mais parrudo, pois é uma amrca de luxo investindo nessa faixa de potência e preço.

A Triumph mostrou, também em Milão, o projeto que será de sua minisport de 250 cc. A marca “encolheu” de vez para abocanhar um segmento forte em mercados emergentes, como Índia e Brasil.

A Harley-Davidson impressionou ao fazer motos médias de 500 e 750 cc. A linha chamada de H-D Street desagradou alguns puristas mais ricos, que afirmaram que diminuir o motor faz perder o conceito da marca. Essa motos, também direcionadas a mercados menores, serão montadas a princípio nos EUA e na Índia, mas certamente chegarão ao Brasil.

A BMW diminui para 650 cc. Mas foi mais longe: apresentou scooters e firmou parceria com a montadora indiana TVS, o que leva a crer que pretende olhar para modelos menores também.

Ainda não sabemos como será a introdução dessas montadoras nos segmentos menores, lembrando que o diferencial delas não são apenas as motos,mas todo serviço exclusivo de auxilio ao consumidor, que começa assim que você adentra uma de suas concessionárias.

O que você acha? Uma boa proposta?

Até a próxima.

Harley apresenta motos médias em Milão

sexta-feira, novembro 8th, 2013

08-11-2013-1

Harley-Davidson Street 500. Linha ainda conta com a irmã maior de 750 cc

Fãs de Harley-Davidson, alegrem-se. A mítica marca estadunidense apresentou novas motos no Salão de Milão esta semana: a linha H-D Street.

A grande novidade dessa nova linha é que são motos médias que serão modelos de entrada da marca. Pela primeira vez, a Harley aposta em outro tipo de segmento, de 500 cc e 750 cc.

E por quê? Simples, visando mercados com muito potencial que consomem motos menores. Pensou em algum? Sim, no Brasil, por exemplo!

As custons mais vendidas por aqui ficam na faixa de 600 cc e 800 cc. A moto de entrada da Harley, a 883, compete com de outras marcas, mas oferece menos atrativos em detrimento de maior motor.

Com a linha Street, isso pode mudar! Nos EUA, elas custarão US$ 6 mil e US$ 7,5 mil. Por hora, serão montadas em território estadunidense e indiano. Chegará no Brasil, ainda que sem data precisa, pois não se sabe se será melhor montá-las aqui em Manaus ou importá-las da Índia.

Não deia de ser ótima novidade para nós, amantes das estradeiras. Eu torço pra que cheguem logo.

Até a próxima.

Bizarrice sem limites nos 110 anos de Harley é moto pra 10 com 7 motores!

quarta-feira, setembro 4th, 2013

04-09-2013-1

Nem nos sonhos mais estranhos você pensaria em algo assim, colega das duas rodas. No caso, das seis rodas.

Entre as atrações do desfile de 110 anos da Harley-Davidson nos EUA, uma “moto” nomeada de Timeline apareceu para roubar a cena. Ela possui dez assentos e carrega sete motores de H-Ds diversas.

O pior é que, mesmo com uma resultante no mínimo bizarra, a homenagem é interessante. Como o próprio nome indica, a moto é uma linha do tempo da história da fabricante, que produziu sua primeira moto em 1903. O modelo personalizado pretende mostrar a evolução da H-D desde 1909!

Cada propulsor representa uma época tecnológica da marca, até chegar aos dias atuais. Todos são do tipo Big-Twin, os tradicionais V2 refrigerados a ar. Cada motor tem seu próprio tanque de óleo e somados têm 8.790 cilindradas!

O comprimento do modelo é de 7metros e meio e a corrente de transmissão secundário tem 12,2 metros de comprimento. E você aí achando que já viu de tudo…

Os motores usados na Timeline foram:

F-Head IOE 1909-1929
Flathead 1928-1948
Knucklehead 1936-1947
Panhead 1948-1965
Shovelhead 1966-1984
Evolution Blockhead 1948-1999
Twin Cam 1999-2013

Gostou da homenagem “singela”?

Até a próxima.

Harley pediu água

terça-feira, agosto 20th, 2013

20-08-2013-1

É, colega motoqueiro, até a H-D pediu água pra 2014. Mas não pense que as vendas estão ruins para a mítica montadora de Milwaukee. É que finalmente a Harley vai utilizar refrigeração líquida em algumas de suas motos.

O novo motor, chamado “Twin-Cooled High Output Twin Cam 103″, com 1.700 cc, equipará somente a linha touring Ultra Limited e Tri-Glide e, na verdade, tem uma proposta inovadora para a marca. A refrigeração será mista de ar com líquido.

Além do motor, a linha 2014 dessas “crianças” traz inédito painel com tecnologia touch screen. Outros modelos foram também redesenhados e quase todos ganharam melhoras nos freio e na ergonomia, sem contar que estão com acabamento não menos que espetacular.

É, parece mesmo que a volta a Indian e o crescimento da Victory fez a H-D acordar e dar uma mexida em sua já icônica lista de motocicletas. Qual será que chega no Brasil? Façam suas apostas.

Até a próxima.

Oficina nos EUA transforma Harley-Davidson em uma off-road

segunda-feira, agosto 12th, 2013

12-08-2013-1

Colega motoqueiro, uma oficina de customização fez um trabalho inusitado lá pelas terras do Tio Sam. Eles fabricaram a SC3 Adventure, uma motoca off-road com carona de vintage. O impressionante é que ela usa a base de uma H-D 883 Sportster.

As H-Ds são conhecidas por rodarem perfeitamente no asfalto e tem nas estradas seu habitat natural. Pois bem, a Carducci Dual Sport utilizou de sua base para mudar completamente o conceito. Ok, sendo sincero, apenas motor e painel foram mantidos. O chassi sofreu algumas alterações.

Já escapes, pneus e rodas, suspensão, farol, bengala, assento, carenagem, tanque de combustível, balança e para-lamas são trocados (não modificados, mas trocados mesmo). Portanto, quase anda se vê da 883 original.

Os malucos ainda pretender comercializar a SC3 em breve, mas sem data definida ainda.

E aí, achou uma heresia ou uma alteração legal?

Até a próxima.

12-08-2013-2

A 883 original que serve de base para a SC3. Vê alguma semelhança?

Motocas da Harley para segurança do papa no Brasil

segunda-feira, julho 22nd, 2013

22-07-2013-11

Como todos sabem, o Para Francisco está no Brasil por conta da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Logicamente que ele irá rodar com uma equipe de segurança preparada para tal. E aí que entram as Harley-Davidsons.

Vinte e duas motos Harley-Davidson dos Fuzileiros Navais farão a segurança do pontífice. As motos são modelo do Road King Police. As motocicletas contam com motor Twin Cam 103 com radiador de óleo integrado, refrigerado a ar, 1690 cilindradas, com torque de 1,8 kgf.m a 3.500 rpm.

Legal lembrar que neste ano, quando a H-D completa singelos 110 anos de vida e por isso organiza eventos ao redor do mundo, o Papa Francisco recebeu vários harleyros no Vaticano, abençoou um a frota e ganhou uma jaqueta toda garbosa do pessoal. O papa também disse gostar de motocicletas, mas não as pilota (sabe-se que ele prefere transportes ambientalmente corretos, como metrô e bicicleta).

De qualquer forma, a frota brasileira dos Fuzileiros Navais, além de fazer seu trabalho com estilo, vai enfeitar ainda mais a passagem do sumo pontífice pelo Rio de Janeiro.

Até a próxima.

Harley de Steve McQueen vai a leilão

segunda-feira, junho 10th, 2013

10-06-2013-1

Amigos motoqueiros, uma pérola pode ser sua. Pelo menos na teoria. É que vai rola rum leilão nos EUA da Harley-Davidson que pertenceu ao ator Steve McQueen (Sete Homens e um Destino, O Inferno é para os Heróis e As 24 Horas de Le Mans).

O modelo é uma VL 74 produzida em 1931 e é considerada um dos modelos mais populares da marca, porém hoje já é raridade. O ator trabalhava na restauração do veículo na época de sua morte, em 1980.

Esta Harley possui motor V2, original, de 1.200 cc e câmbio de três marchas, trazendo também uma rara placa de licenciamento da Califórnia de 1931. A moto, porém, não está em condições de uso, deixa claro a instituição organizadora do leilão. Mas a H-D possui todos os documentos, inclusive um certificado de autenticidade.

Além da moto, outros objetos que pertenciam ao ator serão leiloados. Astro de cinema, McQueen, que morreu em 1980, também era reconhecido piloto de carros e motos, inclusive, utilizando suas habilidades em filmes.

Que vontade de dar um lance, hein? Você desembolsaria quanto por essa moto? Ou esse tipo de leilão não te chama atenção?

Até a próxima.

São Paulo espera 1.500 motos para desfile de 100 anos da Harley

quinta-feira, maio 30th, 2013

30-05-2013-1

Colega motoqueiro, se estiver em São Paulo nesse feriado frio e cinzento (pelo menos por aqui), lembre-se que vai rolar festas de 110 anos da mítica Harley-Davidson pó aqui.

A “brincadeira” começa sábado às 13h na Arena Anhembi e as motos partem do local às 14h30. Após o desfile, a marca promoverá uma série de atividades no Sambódromo, como shows de manobras e apresentação de DJs. A festa termina com show do grupo Capital Inicial (particularmente, acho que a escolha poderia ser melhor, mais condizente com a identidade rock’n’roll da marca).

As primeiras 1.500 motos Harley-Davidson no evento terão direito a estacionamento gratuito na Rua Professor Milton Rodrigues. O estacionamento para motos de outras marcas e automóveis fica na mesma rua, com acesso pelo portão 30, e custa R$ 30,00 para carros e R$ 20 para motos.

Além disso, os ingressos custam R$ 150 (inteira, com idosos, estudantes, crianças menores de 12 anos e membros do clube de clientes da H-D pagam meia) e R$ 40 para crianças de 6 a 12 anos. Menores de 6 anos não pagam, mas todos os menores deverão estar acompanhados dos responsáveis (claro).

Ingressos à venda em http://www.hd110anos.com.br/ ou http://www.ingressorapido.com.br/ e nas bilheterias no local do evento.

Nos vemos lá?

Até a próxima.

Ainda para os 110 anos da marca, Harley-Davidson lança um cartão de crédito

quarta-feira, maio 8th, 2013

08-05-2013-1

Colega motoqueiro fã da H-D, já pensou que louco ter um cartão de crédito e débito da marca? Nos EUA ele já existe há 20 anos e este ano desembarca no Brasil.

Em uma ação agressiva de marketing e em parceria com o Banco Bradesco, a Harley-Davidson Financial Services, o braço de finanças da H-D vai lançar o cartão pela primeira vez em um país que não os EUA. Estima-se que em solo estadunidense, 500 mil clientes possuem o cartão. Desses, 50% são proprietários de motocicletas da marca.

Mas qual a vantagem de ter um cartão H-D, além do estilo e da identidade visual que a marca traz? Oras, você poderá trocar os pontos acumulados no cartão por roupas na loja da marca, acessórios para sua moto, peças de reposição e até mesmo por desconto na compra de uma moto nova!  E se usar o cartão em uma das lojas H-D, acumulará o dobro de pontos.

Começou a ter vantagem…

O cartão oferecerá ainda serviços de concierge pessoal, de seguro em viagens e aluguel de carros. O objetivo é claro: fidelizar ainda mais clientes e amantes da marca, mesmo que não tenho uma Harley.

No Brasil, a Harley-Davidson Financial Service já atua como financeira das motocicletas da marca. Estima-se que 80% dos pedidos de financiamento são aprovados. Em seis anos de operação e mais de doze mil motos financiadas, só houve um caso de devolução. O índice de inadimplência para eles é zero.

Mas tudo isso tem um preço (alto). Com a bandeira Visa, os cartões existirão em duas versões: Gold e Platinum.  A anuidade do cartão Gold será de R$ 324 e a do Platinum, R$ 450,00.  A taxa de juros será de 6,9% ao mês. Salgadíssimo.

Mas que é divertido e estiloso, isso é.

Você se interessou? Teria um?

Até a próxima.