Posts Tagged ‘hayabusa’

Recorde de velocidade com uma Hayabusa

segunda-feira, dezembro 27th, 2010

A cada dia surgem motos mais rápidas,  e pilotos dispostos a quebrar recordes que deixariam qualquer um, no mínimo assustado. Foi o caso do piloto Bill Warner, que buscava quebrar o recorde de velocidade, que foi estabelecido há 5 anos, em 2005.

O recorde era de nada mais nada menos do que 419 km/h, e Bill  usou um modelo Suzuki Hayabusa, que tem um motor padrão de 1.300cc e 200 cv. A moto porém foi modificada, para que pudesse suportar tal desafio. O chassi foi reforçado, assim como o sistema de freios e outros componentes eletrônicos melhorados. Claro que o motor também foi retrabalhado e, graças a um turbo, passou a desenvolver 659 cv e 43,4 kgfm de torque.

A moto atingiu a velocidade de 449 km/h o que é incrível. A moto superou inclusive o carro mais rápido do mundo, o Bugatti  Veyron que atingiu 431 km/h. Outro fato interessante é o tamanho do motor, de apenas 1.3 litro, e atingiu tal potência.

Scorpion Prodigy

quinta-feira, abril 9th, 2009

Scorpion

Depois da Ferrari Hayabusa, apresentamos hoje a não menos esquisita Scorpion Prodigy.Há dois anos e meio, o proprietário da americana Scorpion Motorsports, Mark Margolis, e o chefe de design, Mike Gellatly, uniram forças para montar um veículo exclusivo, o trike Scorpion Prodigy.

A idéia é oferecer um veículo com o máximo de desempenho pelo menor preço. Fabricados em três versões (P6, P10 e P13), ele é um misto de carro e moto e custa a partir de US$ 39.900.

Olhando o Prodigy de frente, tem-se a impressão de se estar vendo um automóvel do tipo fórmula. Agora visto de traseira, com sua única roda, fica clara a imagem de moto, exceto pelo largo pneu de 285 milímetros de largura montado em uma roda de 10,5 polegadas.

A balança é originária de uma moto, assim como o escape esportivo. E o motor provém da família GSX de esportivas da Suzuki — a versão P6 tem o motor das GSX-R 600 fabricadas entre 2002 e 2005, a P10 tem a Scorpion2motorização de 1000 cilindradas, fabricada entre 2005 e 2006, enquanto a P13 está equipada com o motor da famosa 1300R Hayabusa em sua primeira geração.

Da metade para frente, o Prodigy parece um carro recém saído das pistas.

Pneus largos na dianteira com rodas de liga-leve fazem parte do trem dianteiro, assim como a suspensão independente e amortecedores montados praticamente na horizontal.

Por dentro, o cockpit é bem semelhante ao de um monoposto, com três pedais de comando — acelerador, freio e embreagem — iguais aos de um carro.

O câmbio tem o sistema utilizado em competições, com borboletas atrás do volante, onde a alavanca da direita aumenta as marchas e a do lado esquerdo, reduz.

No painel há diversas informações como conta-giros, indicador de marcha e um dispositivo para conferir o desempenho do veículo no computador. Como em seu país de origem o Prodigy é considerado um triciclo, é necessário utilizar capacete para circular o bólido.

Fonte: Infomoto

Ferrari + Hayabusa = ?

terça-feira, fevereiro 17th, 2009

A notícia é meio antiga, mas esta “novidade” não poderia passar em branco aqui no “Os Motoqueiros”. Misturar duas das máquinas mais velozes do planeta parece ser um sonho difícil de alcançar. Mas projetistas japoneses uniram em um só veículo características de uma Suzuki Hayabusa e uma Ferrari de Fórmula 1.

A máquina foi apresentada durante o Japão Motor Show, em Tóquio, e, não por acaso, roubou a cena do evento.

A base do triciclo é a Hayabusa com seu propulsor de 4 cilindros de 1340 cm³. Mesmo com um peso um pouco avantajado - 520 kg -, potência é o que não falta, já que a invenção é capaz de alcançar a 196 cv a 9 600 rpm.

O veículo pode transportar duas pessoas confortavelmente. Sua parte dianteira não esconde tratar-se de uma Hayabusa, já que foi pouco modificada.

Na parte traseira as mudanças foram maiores, agora com duas rodas atrás, carenagens laterais e um aerofólio. Para completar, a supermáquina foi decorada com as cores e patrocínios da escuderia italiana.

A moto parece não ter agradado a todos. Eu particulamente achei a idéia interessante,  mas o triciclo ficou estranho. E vocês, o que acharam?

Fonte: Terra

Nova Hayabusa

quinta-feira, janeiro 29th, 2009

Essa dispensa comentários!

FICHA TÉCNICA
Suzuki GSX 1300R Hayabusa
Motor: Quatro cilindros em linha, refrigeração liquida, DOHC, 16 válvulas.
Cilindrada: 1.340 cm³.
Câmbio: 6 velocidades.
Potência: 197 cv a 9.500 rpm.
Torque: 15,81 kgfm a 7.200 rpm.
Quadro: Dupla trave superior em alumínio.
Suspensão: Dianteira com garfo telescópico invertido com ajuste na pré-carga da mola, compressão e retorno.
Traseira com balança oscilante com monoamortecedor, ajuste na pré-carga da mola, compressão e retorno.
Freio: Disco duplo flutuante de 310 mm de diâmetro com pinça radial de quatro pistões opostos na dianteira.
Disco simples de 260 mm de diâmetro com pinça de um pistão na traseira.
Pneus: 120/70 ZR17 (dianteiro); 190/50 ZR17 (traseiro).
Dimensões: 2190 mm (comprimento); 735 mm (largura); 1.165 mm (altura); 1.480 mm (entre-eixos); 805 mm (altura do assento).
Peso: 220 kg (a seco).
Tanque: 21 litros.
Cores: Azul; branco; laranja e preto; preto.
Preço: R$ 61.200.

Fonte: UOL