Posts Tagged ‘Lançamentos’

Listamos 10 lançamentos de 2014 que balançam o coração de todo motociclista

sexta-feira, janeiro 10th, 2014

10-01-2014-1

Colega motoqueiro, começo de ano é aquela coisa de sempre: volta ao trabalho, férias para alguns, muita comida, alguns exageros e lançamentos no mundo das motocicletas. Também é um calor daqueles, próprio do nosso belo clima tropical. Ou seja, um convite pra estrada.

Para você não ficar a ver navios, vamos dar uma forcinha caso sua ideia seja comprar uma moto nova em 2014. Listamos 10 lançamentos dos mais bacanas no Brasil, de tudo quanto é estilo possível. Os modelos devem chacoalhar o mercado nacional e são inspiradores para nós, aficcionados pelas duas rodas.

Veja abaixo.

1. Yamaha V-Max: a nova geração da lendária e seu gigante motor V4 (você não leu errado) finalmente chega por importação oficial ao Brasil.

2. Honda CD 500X: a moto aventureira da nova antiga família da Honda.

3. Suzuki V-Strom 1000: a super aventureira da Suzuki de volta e montada em Manaus. Precisa de mais?

4. Kawasaki Z1000: para implantar no Brasil o estilo “streetfighter”, ou seja, nakeds grandes derivadas de supersports.

5. BMW S 1000R: ou você achou que a Kawasaki entraria sozinha no segmento de “streetfighters”?

6. Ducati 899 Pinigale: a “pinigalinha” é uma esportiva urbana média-grande que conta com todo design e tecnologia de uma Ducati, incluindo o “Superquaro”, motor de dois cilíndros em L e exatas 898 cc.

7. Triumph Thruxton: a café racer da Triumph, derivada da espetacular Bonneville e montada aqui mesmo. Em outras palavras, o melhor jeito de rodar com tecnologia moderna e visual retrô na moto mais charmosa do ano.

8. Harley-Davidson Forty-Eight: se uma sportster casasse com um veículo hot rod, nasceria a Forty-Eight. Classuda, linda, cheia de estilo e atitude, como toda Harley-Davidson.

9. BMW C600 Sport: a primeira maxi scooter da BMW chega com 600 cc prometendo conforto de scooter e desempenho de urbana.

10. MV Agusta Rivale 800: toda linha 800 da MV Agusta será montada em Manaus. A naked Brutale e a supersport F3 devem fazer sucesso, mas a primeira supermotard da marca italiana é a grande novidade deles para 2014.

Escolheu a sua? Até a próxima.

Maxsym 600i para o Brasil

quarta-feira, novembro 13th, 2013

12-11-2013-1

Motoqueiros, vejam essa. Pouco mais de um mês depois da Dafra apresentar o Maxsym 400i no Salão Duas Rodas de São Paulo, em Milão veio a confirmação de que a versão 600i também chegará aqui, para engrossar ainda mais o (cada vez melhor) calda das maxiscooters no país.

O vsual é semelhante com o 400i, mas seu motor de 565 cc (sim, apesar do nome, ele não tem 600 cc, vai saber…) torna o scooter mais parrudo e “violento”. Além do mais, ele traz freios ABS e uma versão “sport”, com acabamento mais caprichado.

Assim como os outros scooters e motos da tailandesa Sym, esse modelo será vendido no Brasil pela parceira Dafra. De acordo com a empresa, o motor monocilíndrico gera 41,2 cavalos de potência e 4,40 kgfm de torque.

Não sei vocês, mas eu achei uma novidade e tanto. Perfeita pra rua e ótima pra estrada. Espero que o preço seja legal.

Até a próxima.

Nova marca de motos na terra da rainha

segunda-feira, agosto 5th, 2013

05-08-2013-1

Colega motoqueiro, é sempre bom ver surgir novas montadoras com propostas interessantes. Enfrentar as gigantes consolidadas é muito difícil, então as novas marcas especializam em espécies de “boutiques” de motos.

A novidade dessa vez vem do Reino Unido. O nome é Gladstone Motorcycle e fará motos encomendadas. Na verdade, não é uma oficina de customização. Eles terão pouquíssimos modelos e quase nada a pronta entrega. O CEO da nova marca afirmou que este é um sonho antigo, fazer “motos à mão”.

Por enquanto, só um modelo foi pensado: a Gladstone No. 1. A motocicleta conta com quadros da famosa marca Metisse (que fabrica quadros há 40 anos), motor Triumph e um estilo clássico das motos britânicas da década de 1950, chamadas de Bobbers (aquele estilo de moto “pelada”, que ostenta praticamente só o essencial).

Segundo a marca, apenas um número limitado de modelos serão construídos. Além da apresentação da moto, a marca irá lançar um conjunto de roupas e acessórios luxuosos para combinar com o modelo.

E aí? Queria uma dessa por aqui?

Até a próxima.

Honda CRF 250L chega ao Brasil por R$18.490

segunda-feira, abril 1st, 2013

01-04-2013-1

Após ser anunciada para maio, a CRF 250L tem seu preço divulgado pela Honda. Chegando ao país em versão única, a trail pequena importada da Tailândia custará R$18,450.

O motor já conhecido por nós, o mesmo da CBR 250R, mas por conta de alterações técnicas, gera 23 cv (contra os 26 cv do original). A refrigeração é líquida e a moto conta com injeção eletrônica. Segundo a Honda, o consumo é ótimo, fazendo 44 km/l numa velocidade constante de 60 km/h.

A CRF 250L tem características semelhantes àquelas da extinta Tornado, ou seja, apesar do visual, ela é mais destinada ao conforto do que ao off-road (mesmo sendo uma trail de uso misto). Ainda assim, é inegável que a CRF é uma moto superior a Tornado inclusive para a terra. Só de olhar, já identificamos a suspensão dianteira invertida, o que absorve melhor impactos de piso irregulare (característica de quem curte uma terra).

As opções de cores são vermelha ou branca e a moto conta com freio a disco na dianteira e traseira.

Na Tailândia foi apresentada ainda uma versão da CRF chamada 250M, com apelo supermotard, ou seja, rodas menores calçadas em pneus maiores e mais lisos, ganhando ainda mais conforto e desempenho para o uso on-road, mas perdendo performance no off-road. Essa versão não foi confirmada para o Brasil (e dificilmente será).

Até a próxima.

Benelli no Brasil a partir de outubro

sexta-feira, março 29th, 2013

29-03-2013-1

Fã de motos de rua europeias, sorriam. Depois da Ducati e Triumph, PE a vez da Benelli marcar presença no nosso território.

Os boatos já corriam em 2012, agora veio a certeza. Pegando carona com a Keeway, a Benelli chegará em outubro no Brasil (ambas marcas pertencem ao grupo chinês Qianjiang), quando ocorrerá o Salão Duas Rodas. E o melhor: nacionalizada.

De acordo com o gerente de vendas da Keeway serão comercializados de 4 a 5 modelos da centenária marca italiana no país, sendo a região sudeste seu principal alvo inicial. Os modelos, porém, só serão revelados entre agosto e setembro.

A promessa é que elas sejam montadas no sistema CKD na fábrica da Bramont em Manaus.

Pra quem não sabe, a Benelli foi fundada em 1911 por uma mulher: Teresa Benelli, em Pesaro, Itália. Apenas em 1818, porém, a então nova montadora criou seu primeiro motor. Alguns anos mais tarde, a Benelli foi vendida para um grupo de três investidores italianos e em 2005 comprada pela chinesa Qianjiang.

É uma boa notícia para um mercado de motos de primeira que não para de crescer.

Até a próxima.

Harley-Davidson apresenta três novos sonhos de consumo para Portugal e Espanha

quinta-feira, fevereiro 28th, 2013

28-02-2013-11

Colegas, motoqueiros, coisa fina na área. A mítica Harley-Davidson apresentou versões mais que especiais para o público de Portugal e Espanha. São três edições, duas criadas a partir da 883 Iron e uma a partir da Forty Eight.

Vamos falar de uma por uma.

Sweet Seventies. Criada sobre a Forty Eight, o nome já revela: inspiração nos anos 70. Restrita a 50 unidades (numeradas), a bela moto tem pintura Hard Candy Custom (uma cor especial e exclusiva desenvolvido pela própria montadora), manoplas pretas com punhos brancos, o que dá um contraste lindo com o resto da moto. O banco, show a parte, é monoposto com molas. Classicaço. Mais anos 70 que isso, impossível.

28-02-2013-21

Dark Edition. A que menos sofreu modificações perante a moto original, a Dark Edition conta com a 883 Iron como base. A moto recebeu banco de garupa (a Iron é monoposto). O guidão é mais curto e a suspensão mais baixa. Os retrovisores mudaram de lugar e foram parar embaixo da manopla, seguindo uma tradição italiana. A pintura, naturalmente, é toda preta. Uma bela moto, mas sem grandes novidades.

28-02-2013-31

Quarter Mille. Pode parar tudo. Essa é a versão mais espetacular que a H-D apresentou. Uma legítima café racer construída sobre a 883 Iron. No maior estilo James Dean, a motocicleta ganhou guidão curto e reto, o escape recebeu coloração preta fosca e o tanque recebeu grafismo em creme e vermelho. A tampa do filtro de ar segue as cores da moto. Apenas 25 unidades (também numeradas) foram produzidas.

28-02-2013-4

Qual você mais curtiu? Não vale falar todas…

Até a próxima.

Honda 300 com motor flex chega às lojas

terça-feira, fevereiro 26th, 2013

26-02-2013-1

Novidade na área, amigos motoqueiros. Apresentadas no final de 2012, chegam às lojas a Honda CB 300R e a Honda XRE 300 na configuração flex. E tem outra boa nova no modelo: ambas possuem opção com freios ABS.

O Valor, inclusive, já foi divulgado: a CB 300R a partir de R$11.790 e a XRE a partir de R$13.290.

Mesmo a Honda sendo pioneira em motos bicombustível, a Yamaha lançou antes essa tecnologia no mundo das 250/300 cc com o lançamento, em 2012, da Fazer Bluflex. Mas agora esse segmento vai esquentar mesmo.

E por falar em esquentar, a partida a frio ainda é um problema em motos quando abastecidas com álcool apenas. A Honda revela que é preciso cerca de 20% de gasolina para não passar por esse problema. Para não deixar o condutor numa roubada, um dispositivo muito interessante foi incorporado à moto.

No tanque das motos, o painel traz uma nova luz indicadora, que acenderá sempre que houver uma elevada concentração de etanol e a temperatura ambiente estiver abaixo de 15ºC. Isto indicará uma possível dificuldade de partida a frio do motor, informa a fabricante, e após o aquecimento do motor, a luz se apagará. Saída inteligente.

Os dois modelos também receberam alguns detalhes no visual em relação às versões apenas a gasolina. A CB abandonou os piscas laranja e assumiu os translúcidos, bem como adesivos defletores nas laterais do tanque, o que a deixou com cara de “moto maior”. A XRE ganhou apenas os adesivos.

Por hora, é uma tecnologia nova no mundo das motos e presente apenas em motocicletas pequenas. Mas, assim como foi com os carros, o motor bicombustível deve popularizar-se e chegar, no futuro, a equipar motos grandes e potentes.

Gostou da novidade? Que modelo você gostaria de ver na configuração flex?

Até a próxima.

Dez motos que vão ganhar as ruas brasileiras em 2011

quarta-feira, janeiro 12th, 2011

bmw-k-1600-gtl-1294424019638_300x210

A Infomoto selecionou as dez motos que chamarão a atenção nas ruas brasileiras em 2011. Confira:

BIMOTA DB8
Apesar da exclusividade da marca, a Bimota lançou no exterior em 2010 a DB8 para ganhar volume de vendas. Com materiais menos nobres, porém com a mesma alma esportiva, a DB8 seria um ótimo lançamento para os fãs brasileiros de motos nervosas.
BMW K 1600 GTL
Essa gran-turismo alemã já apareceu no último Salão do Automóvel. Tudo indica que ainda neste primeiro semestre a K 1600 GLT equipada com motor de seis cilindros em linha, 1.649 cm³ de capacidade, vai desembarcar por aqui.

DUCATI MULTISTRADA 1200
Outra big-trail é a Ducati Multistrada 1200 que foi mostrada no Salão da Motocicleta e deve começar a ser comercializada em breve. Pelo sucesso que tem feito na Europa, essa italiana deve conquistar também muitos motociclistas brasileiros.

HARLEY-DAVIDSON FORTY-EIGHT
Com clara inspiração na escola hot-rod — veículos das décadas de 1930 e 1940 modificados — a Forty-Eight traz um largo pneu de 130 mm na dianteira e de 150 mm na traseira. Com vocação urbana, agradaria aqueles que querem uma moto para rodar com estilo na cidade.

HONDA VFR 1200F
A sport-touring impacta primeiramente pelo seu design futurista e já fez sua estréia no Salão do Automóvel 2010. A Honda não confirma, mas tudo indica que a VFR 1200F deve desembarcar no Brasil no segundo semestre deste ano.
HONDA TRANSALP XL700V
Também mostrada no Salão do Automóvel de 2010, a Honda XL 700V Transalp já foi confirmada como um dos lançamentos deste ano. Com tanque de combustível de 17,5 litros e parabrisa, a Transalp tem uma proposta mais aventureira que as concorrentes.

KAWASAKI ZX-10R
Uma das esportivas de 1.000 cm3 mais adoradas de todo o mundo, a Kawasaki Ninja ZX-10R está completamente nova para 2011. Tudo com a promessa de oferecer 200 cavalos de potência máxima — o que se confirmado será a esportiva mais potente do mundo. É provável que ela desembarque em nossas pistas até dezembro.

KTM DUKE 125
A KTM Duke 125 figura nesta lista porque o modelo deve ser o primeiro da fábrica austríaca montado no Brasil. Recentemente, a empresa emitiu um comunicado oficial confirmando que vai assumir o controle das operações no país, até então nas mãos de um distribuidor oficial e exclusivo. Lançada no Intermot 2010, a KTM Duke 125 quer atrair os jovens consumidores.
YAMAHA SUPER TÉNÉRÉ XT1200Z

A lendária big-trail japonesa renasceu em 2010 e não são poucos seus fãs brasileiros que a aguardam ansiosamente. Apesar de sua irmã menor, a XT660Z Ténéré, já ter até sido flagrada rodando no Brasil, deve ser mesmo a “Super” que vai chegar primeiro por aqui.

YAMAHA FZ8
A naked FZ8 substituiu a linha FZ6 na Europa, posicionando-se como esportiva de média cilindrada com especificações topo de linha e motor mais potente. Há rumores de que a marca traga a FZ8 para enfrentar a Honda Hornet e a Kawa Z 750.

Fonte: UOL

Os principais lançamentos do Salão Duas Rodas

segunda-feira, outubro 19th, 2009

A 10ª edição do Salão Duas Rodas terminou, e o principal evento do setor de motocicletas na América Latina trouxe dezenas de novidades. Confira as principais novidades de cada uma das marcas apresentadas no Salão:

 BMW: A marca alemã mostra no salão Duas Rodas três lançamentos: A G 650 GS, a F800 R e a S 1000 RR, a superesportiva de 1000 cc e 193 cv de potência que chega no país em março do ano que vem, a partir de R$ 66s2rodas4 mil.  

Buell: As novidades no estande da Buell são a versão 2010 da 1125 CR e a 1125 R, ambas de 146 cv de potência. Outra novidade é a Ulysses XB12X de 1.200 cc e 94 cavalos de potência.

Dafra: Com uma nova parceria, a Haojue, a marca traz para o mercado nacional a scooter Smart de 125 cc e a moto esportiva Apache de 150 cc - que chega em fevereiro.  

Ducati: A marca italiana apresenta  a Desmosedeci RR, réplica da MotoGP e a Streetfighter 1098, eleita a motocicleta do ano na Itália em 2008.   

Harley-Davidson: O lançamento mundial Fat Boy LO e a versão 2010 da linha VRod que será fabricada no país são os destaques da marca na exposição.  

Honda: A empresa mostra a CB 300R e XRE com freios ABS.

Husqvarna: Para a o salão a marca sueco-italiana traz toda a linha TE, desde a TE 250-ie até a TE 510-ie, equipadas com motor monocilíndrico de 4 tempos.   

Kasinski: Entre as novidades estão o modelo popular Win, com preço sugerido de R$ 3.990, e a scooter Electra Prima, com autonomia de 50 km, que custa R$ 5.290.

Kawasaki: Com a fábrica em Manaus recém-inaugurada, a marca japonesa anunciou a nacionalização de três modelos: a Ninja 250R que custará R$ 15.550, a Z750 - que partia de R$ 39 mil - será vendida por R$ 33.990 e a Kawasaki ER-6n que chegará no segundo semestre de 2010.

Sundown: Entre muitas reestilizações, a marca mostra na exposição alguns lançamentos como a Future elétrica, a scooter Outlook de 150 cc e a V-Blade com novo motor que deixa o dois cilindros em V e passa a ser monocilíndrico.

Suzuki: Quem rouba a cena é a nova versão da Hayabusa 1300 cc que já está disponível por R$ 61.200.  

Traxx: A Traxx apresenta a Joto Flex, que chega ao país em junho de 2010 e promete ser a primeira moto chinesa bicombustível.  

Triumph: A marca britânica traz para o salão a série especial Daytona 675, primeira superesportiva com motor de três cilindros de peso médio.  

Yamaha: As estrelas do estande da Yamaha são a YZR-M1, utilizada pelo piloto de Moto GP Valentino Rossi, a nova YZF-R1 (que chega em janeiro por cerca de R$ 60 mil) e a VMax de 1.700 cc.

Fonte: G1