Posts Tagged ‘motoboy’

Leis para trabalhar com moto geram insatisfações

quinta-feira, fevereiro 7th, 2013

07-02-2013-1

Sob protestos, começou nessa semana a valer nova lei para todos os motoboys e mototaxis do Brasil.

Vamos entender o que acontece. A lei prevê a regulamentação da profissão e exige um certificado num curso de capacitação de motoboys e mototaxis.

Na teoria, a lei visa favorecer a classe trabalhadora, porém esbarra num senão. O curso exigido é caro e faltam escolas aptas para ministra-lo. O Sindicato dos Motoboys reclamou (com razão).

A principal reclamação do sindicato é a burocracia. Em SP, a manifestação versava sobre que a maioria das cidades ainda não regulamentou a profissão de motoboys e mototaxistas. E que na capital, onde isso já acontece, a burocracia atrasa quem quer estar em dia com a lei. Segundo a entidade, 36 mil profissionais já fizeram o curso, mas apenas 15 mil conseguiram o aval da prefeitura.

O Dentran-SP também se posicionou contra os prazos exigidos pelo novo conjunto de regras. A sugestão e que a fiscalização comece de forma educativa e cobre, a partir de junho, os equipamentos de segurança obrigatórios, e que só a partir de setembro seja cobrado o curso.

Por hora, a lei vale na íntegra, mas protestos pipocam pelo país e nós esperamos verdadeiramente que os prazos sejam revistos o quanto antes. Para o bem da classe, que não quer abrir mão da regulamentação e da segurança, mas não quer deixar de trabalhar por causa de complicações burocráticas.

Vamos ficar de olho e protestar sempre que for preciso. Até a próxima.

Contran regulamenta equipamentos para mototáxis e motoboys

sexta-feira, agosto 13th, 2010

motofrete

Na última quarta (3/08), o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou no “Diário Oficial da União” a Resolução 356, que estabelece os requisitos mínimos de segurança para o transporte remunerado de passageiros (mototáxi) e de cargas (motofrete).

Além de idade mínima de 21 anos, 2 anos de habilitação e curso promovido pelo órgão de trânsito o profissional de mototaxi e motofrete deve seguir as seguintes normas:

1-) Para obter o registro na categoria de aluguel, as motocicletas deverão ser equipadas com protetor para as pernas e motor, antena aparadora de linha no guidão (’corta pipa’) e dispositivo de fixação permanente ou removível.

2-) A proteção para as pernas deve ser feita em aço tubular, com formas arredondadas e largura limitada à largura do guidão.

3-) ‘Corta-pipa’, deverá estar na extremidade dos guidões, próximo a manopla do veículo, em pelo menos um dos lados. A altura do equipamento deve ser regulada com a altura da parte superior da cabeça do condutor na posição sentado.

4-) Os veículos utilizados para os serviços de mototáxi e motofrete sejam inspecionados a cada seis meses para verificação dos equipamentos obrigatórios e de segurança.

5-) O registro das motocicletas ou motonetas para espécie passageiro ou carga poderá ser alterado, no entanto, será proibido o uso do mesmo veículo para ambas as atividades.

6-) Os motociclistas profissionais e passageiros deverão utilizar capacete, com viseira ou óculos de proteção e faixas retrorrefletivas

7-) O condutor deverá estar vestido com colete de segurança dotado de dispositivos retrorrefletivos.

8 ) As motocicletas e motonetas destinadas ao transporte de mercadorias deverão estar dotadas de dispositivos para a acomodação da carga, podendo ser do tipo fechado (baú) ou aberto (grelha), alforjes, bolsas ou caixas laterais, desde que atendidas às dimensões máximas fixadas pelo Contran e as especificações do fabricante do veículo.

Os motociclistas profissionais terão até 04 de agosto de 2011 para se adequarem às normas da Resolução 356 do Contran e aos demais requisitos da Lei 12.009.

Fonte: G1 e Contran

Mototaxistas e motofretistas terão que fazer curso obrigatório

sexta-feira, junho 25th, 2010

Já é oficial e vale em todo o país a medida do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que torna obrigatória a realização de um curso para os mototaxistas (profissionais que transportam passageiros) e os motofretistas (quemototaxibh entregam mercadorias) exercerem suas atividades em todo o país.

O curso terá a carga horária de 30 horas e terá noções básicas de legislação, ética e cidadania, segurança e saúde, segurança sobre duas rodas, transporte de cargas e pessoas.

Ele servirá para que os motociclistas profissionais adquiram conhecimentos e padronizem suas ações no trânsito garantido maior segurança do próprio motoqueiro bem como dos outros condutores e pedestres que andam pelas vias públicas.

Serão reconhecidos os cursos ministrados por órgãos ou entidades vinculadas ao SNT (Sistema Nacional de Trânsito). A resolução entrará em vigor em 180 dias.

Vale lembrar que existem alguns pré-requisitos para que você possa fazer o curso:

- Deve ter 21 anos completo
- Estar habilitado no mínimo dois anos na categoria A.
- Não pode estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, cassação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), decorrente de crime de trânsito.

Fonte: Folha de São Paulo

Motofaixa: prometeram 8 mas só entregarão 4

sexta-feira, maio 28th, 2010

Em entrevista para a Folha de São Paulo o secretário dos Transportes de São Paulo, Alexandre de Moraes, confirmou que a prefeitura irá proibir o tráfego de motos em quatro das principais vias da cidade –23 de Maio, Radial Leste emotofaixa34 marginais Pinheiros e Tietê.

Em contrapartida, a prefeitura construirá quatro motofaixas, a metade do que tinha sido prometido anteriormente, em vias paralelas para que os motoqueiros possam utilizar e não sentirem a ausência destas vias principais. A intenção, segundo o secretário, é entregar tudo certinho até o final da gestão do atual prefeito, ou seja, 2012.

Alexandre de Moraes ainda revelou alguns outros planos para os motoboys como: moto branca para todos os que utilizam a moto para ganhar dinheiro. A medida, se aprovada, visa facilitar a fiscalização.

Fonte: Folha de São Paulo.

Colete com ar-condicionado

segunda-feira, maio 24th, 2010

armuda

Andar de moto em dias quentes - principalmente utilizando os equipamentos de segurança - é uma tarefa não muito agradável. Para os motoboys então, que vivem nas ruas, o calor é um grande tormento.

De olho nisto a empresa Entrosys traz uma solução para quem anda sobre duas rodas: um pequeno equipamento de ar-condicionado que pode ser acoplado na moto e “resfria” o corpo do motoqueiro graças a um colete especial que vem junto com o aparelho.

Confira como é o funcionamento.

1-) O ar condicionado é uma pequena caixinha que fica presa à moto por meio de um adaptador universal e pesa por volta de 4kg.
2-) Uma mangueira fica com uma extremidade presa à saída de ar e a outra à entrada de ar do colete que se encarrega de distribuir a refrigeração por todo o tórax do motociclista.
3-) Os ajustes de intensidade e de temperatura do ar são feitos por meio de um controle remoto sem fio, que fica preso ao guidão da moto.

A previsão é que o aparelho chegue as lojas norte-americanas no 2º semestre pelo preço de 1.500 dólares.

OBS: O fabricante aconselha o uso do ar-condicionado em moto que tenham mais de 650 cilindradas.

Fonte: Superinteressante

Moto Festival 2010

quarta-feira, março 24th, 2010

Negócios, educação, cultura, entretenimento serão as marcas da edição 2010 do Moto Festival, evento direcionado ao profissional motociclista. E o melhor de tudo isto é que é de graça! Pede-se, no entanto, que os visitantes doem 1 kg de arroz ou feijão para entrar no evento e ajudar o Centro de Defesa das Vítimas de Trânsito.motofestival

Atrações não faltarão. Além da tradicional Gincana Melhor Entrega operada pelo CET - Companhia de Engenharia de Tráfego -, o evento contará com expositores da indústria motociclista, de acessórios, motopeças, vestuário, segurança, telefonia, entre outros.

E ainda estão programadas várias atrações e promoções especiais, algumas já tradicionais como: Concursos da Musa Motoboy e Motoboy Top Model e a Praça das Artes, espaço onde os motociclistas poderão divulgar trabalhos artísticos, como pintura, grafia e escultura, gratuitamente.

Outra atração muito procurada é a 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Wheeling 2010 e o Leilão de Motos, realizado pelo Fabio Zukerman com 500 motos.

Também fazem parte da programação, Gincana CET com premiações, shows acrobáticos, customização e ações Mobil Super Moto.

Serviço:

Quando e horário: Dias 25 e 26 - das 13h às 20h e Dias 27 e 28 - das 10h às 20h
Onde: Centro de Exposições Imigrantes - Rua Miguel Stéfano - altura do nº 3000
Vila Cursino - São Paulo - SP

Motofaixa da Vergueiro em ritmo lento

sexta-feira, fevereiro 26th, 2010

Com o intuito de melhorar a fluidez no trânsito e reduzir o número de acidentes envolvendo motociclistas, a prefeitura de São Paulo decidiu criar a motofaixa que vai ligar a Zona Sul, a partir da avenida Lins de Vasconcelos, ao Centro da cidade, e servirá como alternativa ao corredor da avenida 23 de Maio.

As obras tiveram início no dia 15 do mês passado, com a promessa de ser finalizada no prazo de 40 dias. Pelo ritmomotofaixa3 que estão as obras, ela ainda vai demorar para acontecer.

 Apenas na Avenida Liberdade há reformas do canteiro central.

Nos demais pontos, como na Praça Rodrigues de Abreu, há placas de interdição, mas nada de obras.

Fora este corredor, o Plano de Metas da Prefeitura prevê a construção de oito motofaixas. Um deles, inclusive, seria na Marginal Tietê - antiga reivindicação dos chamados “motoboys”.

No ritmo que as coisas estão indo, fica difícil prever quando sairão as próximas motofaixas. Vocês são contra ou a favor delas?

Fonte: Folha de São Paulo

Governo legaliza a profissão de motoboy

quinta-feira, julho 30th, 2009

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou nesta quarta-feira (29) projeto que regulamenta as profissões de motoboy e mototaxista no país.

A lei proporciona novos direitos (como maior acesso a financiamentos e poder aderir à previdência com maior facilidade) aos empregados desta profissão, mas traz junto alguns deveres que não podem ser esquecidos. (viste aqui para saber mais).mototaxista

As administrações locais deverão decidir se a atuação dos profissionais estará autorizada em cada localidade.

Os municípios e Estados que permitirem o trabalho dos motociclistas terão de seguir as normas da lei nacional e poderão regular outras questões -como quantos turnos eles estarão autorizados a trabalhar ou se haverá um limite de registros de motoqueiros na cidade.

Fonte: Folha de São Paulo

Senado aprova regulamentação a mototáxi e motoboy

quinta-feira, julho 9th, 2009

Na noite desta última quarta-feira (8) o Senado aprovou o projeto de lei que regulamenta as profissões de motoboy, mototaxista e motofrete. Falta apenas a lei ser sancionada pelo presidente Lula para que entre em vigor.

A proposta prevê os seguintes itens:_mototaxi

1-) Idade mínima de 21 anos para o exercício dessas profissões.

2-) Habilitação por, no mínimo, dois anos na categoria de motos.

3-) Antena “corta-pipa” e colete refletor serão itens obrigatórios.

4-) Caberá às câmaras de vereadores definirem em cada município regras específicas, como se poderá haver ou não mototáxi para transporte de passageiros.

5-) É necessário ser aprovado em curso do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para exercer a profissão.

Obs: O Contran ficará encarregado de definir as punições para os profissionais que descumprirem a nova lei.

Fonte: Agência Estado

Como se tornar um motoboy?

sexta-feira, junho 19th, 2009

Muitos acham que para ser “motoboy”, basta pegar uma moto e sair por aí oferecendo serviço, não é bem assim. Esta profissão que cresce - e muito - nas principais capitais possui uma série de requisitos para que possa ser exercida legalmente.

Antes de mais nada, é preciso aprender normas de trânsito e conceitos da futura atividade profissional. Para isto existe o Curso Especial de Treinamento e Orientação, ministrado em CFC’s (Centro de Formação de Condutores) credenciados ao DTP (Departamento de Transportes Públicos)

No ato da matrícula, são exigidos os seguintes documentos:

- CNH, categoria A, expedida há pelo menos um ano;
- Certidão de Prontuário do condutor para fins de Direito expedido pelomotoboy Detran (original);
- Certidão de Distribuição Criminal na Comarca da Capital (original);
- Certidão da Vara de Execuções Criminais na Comarca da Capital - DECRIM (original);
- Certidão de Distribuição e Execução Criminal junto a Justiça Federal (original);
- Duas fotos 2×2;
- Declaração ou comprovante de residência na cidade de São Paulo.

Após este passo, o aspirante a motoboy receberá o Condumoto (Cadastro Municipal de Condutores de Motofrete), que dará o direito de exercer a profissão. Agora é só pegar a moto e trabalhar? Não…

A moto também precisa estar de acordo com as normas: A máquina tem de ser original de fábrica, ter o mínimo de 120 cilindradas e o máximo de oito anos de uso. Além disso, deve estar identificada como veículo de carga, licenciada com a placa vermelha do Detran e equipada com alguns itens de segurança, como antena para proteção contra linhas de cerol, fios e cabos aéreos e protetor para as pernas (mata-cachorro).

Outra exigência está relacionada ao baú, também obrigatório. O compartimento deve ser ter no máximo 70 cm de altura e 45 cm de largura e faixa reflexiva. A parte traseira precisa ser identificada com o número do Condumoto do proprietário, nome e telefone da empresa do trabalhador. A mochila deve estar sempre dentro do baú.

Pronto, agora sim você estará equipado e preparado para realizar a indispensável profissão de motoboy, cuidado e bom trabalho!

Fonte: Moto.com.br