Posts Tagged ‘novidade’

Site inglês revela moto da Lotus

terça-feira, janeiro 21st, 2014

Daniel Simon

Colega motoqueiro, em julho de 2013 revelamos uma moto que a Lotus, tradicional montadora automotiva com passagens pela F-1, estava preparando. Finalmente ela foi revelada.

O site inglês Motorcycle News postou foto e alguns detalhes da máquina.

O motor é um gigante V2 da KTM, mas não especifíca qual modelo, apenas informa que ele gera 200 cv de potência. O problema é que não existem mais detalhes técnicos sobre carroceria (parte lembra fibra de carbono, mas não se sabe do que realmente são feitas), parte elétrica, dispositívos…

O visual, decepcionando alguns e alegrando outros, não é de uma supersport, mas de uma café racer, seguindo a tendência mundial de retorno às motos de “pegas de rua” dos anos 50. O farol redondo, o guidão curvado pra baixo, o monoposto e a rabeta reta entregam a inspiração.

O site afirma que testes já estão sendo feitos e em breve a C-01 pode estar por aí.

E aí, o que achou? Valeu a espera ou rolou uma decepção?

Até a próxima.

Triumph inaugura segunda loja em São Paulo

quarta-feira, novembro 27th, 2013

27-11-2013-1

Esta semana, colegas fanáticos pela Triumph, uma nova concessionária da marca foi inaugurada em São Paulo.

Chamada de Autostar Triumph, essa é a nona loja da montadora, que conta com revendas em Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ) e Florianópolis (SC), além de outra já em São Paulo.

A nova loja, assim como as demais do mundo, conta com showroom e oficina completa. Essa unidade venderá os nove modelos atuais da marca no Brasil, mas em 2014 incluirá os demais modelos confirmados, totalizando 15. Além, claro de roupas e acessórios originais.

A inglesa não para de crescer e veio mesmo pra ficar.

Até a próxima.

iMoto?

terça-feira, julho 16th, 2013

16-07-2013-1

Até onde vai chegar a tecnologia auxiliando as pessoas no cotidiano? Se você também já se perguntou isso, preste atenção nesse novo scooter da japonesa Terra Motors.

O scooter é um 400 cc de desenho moderno e com aspecto futurista, mas a novidade não é essa: ele tem conectividade com iPhone.

Parece estranho, mas pode ser o começo de uma era bem legal. Por enquanto, o A400i apenas transmite dados de navegação diretamente para o iPhone que podem ser monitorados via internet. As versões compatíveis do smartphone são 3G, 3GS, 4, 4S e 5. Com o tempo, sabe-se lá o que será possível de fazer…

Vale lembrar que o A400i também é um scooter elétrico que recarrega o celular enquanto está em funcionamento. Seu preço, por lá, é de US$ 4,5 mil e não tem previsão se chegará ao Brasil (muito difícil sua chegada).

Gostou, colega motoqueiro?

Até a próxima.

16-07-2013-2

Suzuki apresenta nova linha de custom chama B.O.S.S.

segunda-feira, maio 27th, 2013

27-05-2013-1

Você bem sabe, colega motoqueiro, que o público americano (assim como eu) adora motos estradeiras. Tanto que a maioria das montadoras japonesas tem uma linha à parte para essa classe de motocicletas. A Yamaha tem a Star e a Suzuki apresentou a B.O.S.S.

Na verdade, a B.O.S.S. é uma novidade que surgiu a partir do sucesso da Boulevard. A linha conta com três belíssimos modelos, todos dotados de motor V2 (claro), injeção eletrônica e muito, mas muito estilo.

Os modelos são M109R, C90 e C50. Irmã menor, a C50, traz um estilo mais clássico de custom e motor de 805 cc. A C90 já tem um estilo mais touring, com bolha frontal, alforjes laterais e 1.460 cc no motor. A maior e mais chamativa, M109R tem um apelo meio “H-D Vintage”, com capa para o farol e acabamento em amarelo e preto. Seu motor é de 1.783 cc.

Potência, torque e valores ainda não foram divulgados pela Suzuki. O Brasil não deverá receber essas pérolas tão cedo. No futuro, talvez, quando a Boulevard sair de linha de vez, talvez vejamos alguma B.O.S.S. por aqui, mas acho que apenas a C50 e a C90. Infelizmente.

Até a próxima.

Kasinski Comet 150

segunda-feira, dezembro 20th, 2010

O segmento de motos Street é responsável por quase 90% das vendas. Para conquistar parte de mercado, a Kasinski lança a nova Comet 150.

O modelo vem equipado com rodas aro 18, freio dianteiro a disco e partida elétrica. Outros atributos da moto são: painel digital, protetor integral de corrente, suporte de pedaleiro do passageiro em alumínio e alça traseira emborachada.

O motor OHC de 149 cm³ de cilindrada gera uma potência máxima de 12,9 cv a 8.000 rpm e torque a 1,24 kgfm a 6.000 rpm. Além disso, existe um pacote de benefícios que inclui 3 anos de garantia, seguro grátis por um ano e assistência grátis. O piloto que adquirir o modelo Comet 150, ainda ganha um capacete de presente.

Além disso, a Kasinski Comet 150 oferece um pacote de benefícios que inclui 03 anos de garantia, assistência 24 horas e seguro grátis por um ano. O motociclista que adquirir a moto ainda ganha um capacete de presente. Disponível nas cores preta, vermelha e prata, a motocicleta tem preço sugerido de R$ 5.790,00.

Buell está de volta com a Typhon 1190

sexta-feira, dezembro 3rd, 2010

Depois da Harley Davidson (que é a atual dona da marca) anunciar, o fim da produção das motos Buell, e todos acreditarem que a marca desapareceria, Erik Buell veio com uma novidade.

Erick é o fundador da marca, e criou no fim de 2009 a Erick Buell Racing, e então sua nova empresa apresentou a EBR Typhon 1190, que foi desenvolvida juntamente com a equipe Pegasus. A base da moto é a do modelo 1190RR-B, e as soluções de carenagem são da Moto2.

O motor é bicilíndrico e sua potência é de 185 cv a 11.500 rpm, tais dados quando adicionados ao peso da moto, que é de 163 Kg, dão uma idéia da velocidade da mesma. A moto pode superar 270 km/h.

Lembrando que a moto é fabricada em parceria com a Pegasus, o que não considera a moto um modelo oficial da marca.

Honda CG Titan 150 Mix EX

segunda-feira, novembro 29th, 2010

A moto Honda CG Titan 150 Mix EX, foi lançada no ano passado e substituiu a ESD, que contava com partida elétrica e freio a disco. Atualmente, sua versão top de linha conta com rodas de liga-leve de série, suporte das pedaleiras da garupa em alumínio e certos itens em preto fosco, dando um ar mais sofisticado. O modelo é o único equipado com freio a disco na dianteira, que é fundamental.

A versão KS, que é a mais básica do modelo tem a diferença de preço para a top de linha de R$1000. A primeira custa R$ 6.324 e a segunda R$ 7.265. A questão de pagar a mais, é sempre complicada principalmente quando a ciclística e mecânica são iguais da velha Titan. Porém, conta com freio a disco e rodas de liga-leva, por isso as frenagens são mais seguras e eficazes.
Além das rodas, freio a disco e suporte da pedaleira, a Honda CG 150 Titan Mix EX tem a rabeta pintada na cor principal da motocicleta e as tampas laterais em preto fosco. A parte superior da carenagem frontal que envolve o farol conta também aplicação em preto, “inspirada” na CB 300R.

A moto é recomendada para aqueles que buscam um modelo confiável, fácil comercialização e itens exclusivos, além de ser a única opção para quem quer um freio a disco na CG.
FICHA TÉCNICA: Honda CG 150 Titan Mix EX

Motor: OHC, 149,2 cm³, monocilíndrico, quatro tempos, arrefecido a ar.

Potência máxima: 14,3 cv a 8.500 rpm (etanol).

Torque máximo: 1,45 kgfm a 6.500 rpm (etanol).

Alimentação: Injeção Eletrônica PGM-FI.
Partida elétrica

Câmbio: Cinco marchas com embreagem multidisco em banho de óleo.

Suspensão: Dianteira com garfo telescópico com 130 mm de curso; traseira com duplo amortecedor com 101 mm de curso.

Freios: Dianteiro a disco, 240 mm de diâmetro, e cáliper de dois pistões; traseiro a tambor com 130 mm de diâmetro.

Pneus: Dianteiro 80/100-18M/C 47P; traseiro 90/90-18M/C 57P.

Dimensões: 1.988 x 730 x 1.098 mm (comprimento, largura, altura); 792 mm (altura do assento); 165 mm (distância do solo); 1.315 mm (entre-eixos).

Peso: 116,9 kg.

Tanque: 16,1 litros.

Nova versão da Suzuki GSX-R 1000 K10

quarta-feira, novembro 24th, 2010

Mesmo com as mudanças, a nova geração da Suzuki GSX-R 1000 conseguiu ser atualizada sem perder sua identidade. A moto já chega a sua décima geração, ao longo dessa história de 25 anos.

O modelo foi lançado no exterior em 2009, e quando não traz a tecnologia eletrônica de sua concorrente, a BMW S 1000RR, ou então um sistema tão moderno de freios quanto da Honda CBR 1000RR. Porém, seu motor impressiona, assim como o chassi que tornam a pilotagem excelente.

O modelo da Suzuki conta com um sistema de exaustão que reduz as emissões de gás carbônico, e escapamentos inspirados em modelos usados na Moto GP, que são feitos de titânio e aço inoxidável.

É possível selecionar formas diferentes de gerenciamento do motor, com o S-DMS (Suzuki Drive Mode Selector) que foi reposicionado para facilitar seu acionamento. O sistema permite a escolha de uma forma de pilotagem de acordo com a preferência do condutor e as condições, como em pista fechada ou com chuva.

A posição de pilotagem é até confortável para uma superesportiva, já que a GSX-R1000 conta com pedaleiras ajustáveis e uma tampa substitui o assento traseiro para pilotagem solo.

Completo, o painel de instrumentos da Suzuki 1000 conta com display em LCD que traz várias informações: dois hodômetros (parcial e reserva), temperatura do líquido de arrefecimento, alerta de baixa pressão do óleo, cronômetro de volta, seleção do S-DMS e gráfico indicando a intensidade do brilho do painel, além de relógio.

O preço do modelo GSX-R 1000, será de aproximadamente R$ 58.900, que é considerado um bom valor por ser uma moto potente, com excelente chassi, porém que não conta com o visual e a tecnologia moderna das concorrentes.

FICHA TÉCNICA: Suzuki GSX-R 1000 K10

Motor: DOHC, 999cm³, quatro cilindros, 16 válvulas e arrefecimento líquido.

Potência máxima: 185 cv a 12.000 rpm

Torque máximo: 11,9 kgfm a 10.000 rpm

Alimentação: Injeção eletrônica

Câmbio: Seis marchas com transmissão final por corrente

Suspensão: Dianteira telescópica invertida totalmente ajustável; traseira por balança com monoamortecedor fixado por link totalmente regulável

Freios: Dianteiro com disco duplo flutuante de 310 mm de diâmetro com pinça de quatro pistões fixada radialmente; traseiro com disco simples com 220 mm de diâmetro com pinça de um pistão

Chassi: Trave superior em alumínio

Dimensões: 2.045 mm (comprimento) x 720 mm (largura) x 1.130 mm (altura); 810 mm (altura do assento ao solo); 130 mm (altura mínima do solo); 1.405 mm (entre-eixos)

Peso: 205 kg

Tanque: 17,5 litros

Cores: Branca/azul, cinza/preta e preta.

Divulgada a imagem do modelo da nova Triumph Tiger 800XC

quarta-feira, outubro 20th, 2010

Na primeira imagem divulgada pela Triumph Tiger 800 XC, o que mais chamou a atenção foi a nova “roupagem” voltada para o off-road, que é o que significa a versão XC.

A apresentação oficial do modelo deve ocorrer no Salão de Milão, e assim teremos maiores informações sobre a mesma. Certo é que a versão mais básica será equipada com pneus de 19″, enquanto a mais completa será equipada com pneus de 21’’.

Até onde se sabe o motor será derivado da desportiva Daytona 675 que passará a apresentar uma cubicagem de 800 cc, disponibilizando menos potência máxima mas um maior binário para enfrentar os obstáculos que os motociclistas poderão encontrar nas suas experiências off-road.

Outras informações são de que, é esperada uma potência de 10 a 15 cv, além do peso que será por volta dos 200 kg.

A imagem mostra alguns acessórios que a marca terá no novo modelo: são essas uma proteção de plástico para o guarda-lamas superior, um escape Arrow, e uma proteção de maiores dimensões para o motor.

Fontes: Motociclismo e Best Cars

Novo modelo Honda

sexta-feira, outubro 15th, 2010

A Honda liberou as primeiras imagens de seu novo modelo de moto, a V4. O modelo será apresentado em Novembro no Salão de Milão, o EICMA (Esposizione internazionale del ciclo e motociclo).

A V4 busca juntar qualidades dinâmicas das motos naked e o conforto e estabilidade das mais conceituadas como a BMW K1600. O resultado foi essa junção de características de diversas motos que fizeram sucesso, e que com visual inovador formam a V4.

O desenho foi feito para que haja conforto dos passageiros e espaço para bagagens, além de um posto mais alto de pilotagem, semelhante ao de motos aventureiras. É esperado um motor com pelo menos 750 cm³ para dar força, tirando-a do grupo das mais leves.

Fonte: Motor Dream