Posts Tagged ‘Scooter’

Scooter mais vendido do Brasil é renovado na Europa

segunda-feira, janeiro 20th, 2014

20-01-2014-1

Você sabe qual é o scooter mais vendido do Brasil? É o Honda PCX 150, e ele acaba de ser reformulado na Europa.

As diferenças visuais, no entanto, são pequenas. Ainda que com traços mais fluente, ele segue a mesma cara do atual modelo brasileiro. As boas novidades estão em outras partes do scooter.

Primeiro ponto a ser destacado é o tanque. Dos 5,9 litros de hoje, o PCX passará a ter tanque de 8 litros. Uma mudança considerável que aumenta bem a autonimia do veículo, ponto importante para uma moto de uso urbano diário.

Outra novidade que agradará os consumidores é o conjunto óptico. Mais sóbrio sem seu desenho, ele recebe luzes de LED, o que deve auxiliar na economia de bateria e mesmo combustível, garante a Honda.

Para tornar o veículo mais prático, a fabricante introduziu uma tomada de 12V, que pode ser utilizada para recarregar celulares e outros itens eletrônicos, grande sacada da honda. O assento está mais esportivo e perdeu o pequeno encosto na divisão de espaço entre o motociclista e o garupa. O motor, no entanto, continua o mesmo monocilíndirco de 13,5 cv.

As mudanças devem chegar em breve no mercado nacional. Isso mostra uma posição interessante da Honda em relação aos seus scooters: ainda que seja o mais vendido por aqui, a montadora não se dá por satisfeita e promove mudanças interessantes e importantes para se manter na liderança.

Até a próxima.

Honda testa novo scooter de entrada para o mercado japonês

segunda-feira, janeiro 6th, 2014

06-01-2014-1

Motoqueiros diários, a Honda lançou no Japão uma bela novidade para mobilidade urbana: um scooter de 50 cc que será modelo de entrada da marca.

O Dunk 50 é moderno, bonito e cheio de agrados incomuns pra motos desse segmento. Motor com refrigeração líquida, frio a disco na dianteira, lanternas de LED, porta objetos, painel analógico com mostrador digital de combustível e hodômetro. Detalhes que deixam o Dunk num patamar diferenciado dentro da categoria.

Por enquanto, a marca pretende comercializá-lo apenas no Japão para pensar em sua aceitação. É possível que, sendo competitivo, o scooter pinte em outros mercados. Para o Brasil, seria uma novidade e tanto: o segmento de scooters cresce por aqui e a mobilidade urbana nas nossas grandes cidades sempre precisa de mais alternativas.

Até a próxima.

Kubo é um scooter para transporte de carga

sexta-feira, dezembro 13th, 2013

13-12-2013-1

Aí você mora sozinho e tem um scooter porque é ótimo em mobilidade urbana e muito econômico. Certa altura do mês, amigo motoqueiro, você precisa fazer algumas compras. E aí?

E aí entre em cena o Kubo, um protótipo de uma pequena empresa de San Francisco, Califórnia. O Kubo é um scooter com todas as características do segmento: pequeno, ágil, câmbio automático… Mas um diferencial: ele foi, literalmente, construido em volta de um compartimento de carga!

Como quase todos os projetos de mobilidade urbana atual, o Kubo é elétrico. Segundo a empresa, uma única carga de bateria garante 80 km rodados. A atração é mesmo o compartimento de cargas, que conta com ganchos e grade para prender objetos. Perfeito para aquela visita ao supermercado.

O projeto, no entanto, não saiu do papel e a empresa espera financiamento para torná-lo viável. Grande invenção, eu já quero um!

Até a próxima.

Empresa cria scooter elétrico com um ingrediente inusitado: maconha

terça-feira, agosto 6th, 2013

06-08-2013-1

Colegas motoqueiros, cada vez mais surgem novidades sustentáveis e ecologicamente corretas para o mundo das motos. Nesse quesito, os scooters parecem estar um passo a frente de qualquer outra categoria e hoje eles que apresentam uma maior variedade de materiais alternativos em suas peças e propulsores elétricos.

Pois bem, uma empresa holandesa chamada Vaneko criou um scooter elétrico feito inteiramente de fibras vegetais de fontes naturais e renováveis. Entre elas, a fibra de cânhamo, derivado da cannabis.

Batizado de Be.e, a motoquinha para uso exclusivamente urbano atinge 55 km/h e seria uma alternativa para as bicicletas e ainda não poluente (lembrando que a cidade de Amsterdã tem uma cultura forte no ciclismo como meio de transporte cotidiano).

Muito similar à fibra de vidro, o composto vegetal utiliza, além da cannabis, outras fontes para as fibras, como o linho. O chassi é do tipo monocoque, ou seja, apenas uma peça forma tanto a estrutura exterior como o quadro central. Esse tipo de peça oferece mais resistência em motos menores.

Seu visual é retro de ponta a ponta, com espaço para piloto e garupa. A empresa oferece garantia total de 5 anos ou 50 mil quilômetros rodados.

E aí? Fez sua cabeça?

Até a próxima.

Mais scooter e mais retrô: essa é a aposta da Yamaha na Itália

terça-feira, julho 23rd, 2013

23-07-2013-1

Motoqueiros, já falamos aqui várias vezes de scooters e sua praticidade para a mobilidade urbana. Poucos veículos são tão uteis no trânsito diário quanto um scooter. Como as montadoras já notaram isso, cada vez mais capricham nesse segmento.

Foi assim que a Yamaha apresentou na Itália seu novo scooter, o D’elight. Muito retro, com visual inspirado nas Vespas originais (nada mais propício para o mercado italiano), a motinha agrada no quesito beleza, charme e simpatia.

Na parte mecânica, também não faz feio. Pesando apenas 95 kg, o motor de 115 cc e 7,2 cv de potência dá conta do recado para o cotidiano. Injeção eletrônica e transmissão automática completam o kit.

A principio, o D’elight é exclusivo do mercado italiano (que já conta com cerca de 30 modelos de scooter à venda). Nada foi dito sobre outros países. No Brasil, a Yamaha comercializava o Neo, mas com este fora de linha e um pouco de sorte, quem sabe o D’elight não pinta por aqui? Eu teria um, com certeza, e você?

Até a próxima.

Em defesa da scooter

quarta-feira, abril 24th, 2013

24-04-2013-1

Não importa, colega motoqueiro, se você a chama de cub, “vespinha” (por conta de seu modelo mais icônico), “motinha” (por conta de seu tamanho) ou qualquer outro apelido. O fato é que a scooter é um veículo muito útil e que merece mais atenção e “respeito” por parte dos próprios motoqueiros.

Acontece que muitos dos próprios motoqueiros têm certo desprezo pelas scooters, mesmo sem nunca ter dirigido uma ou sem entender o papel importante dessa classe de motos.

Primeiro, vamos pensar no trânsito diário. Quem optou por utilizar a moto no dia a dia pode até amar as superesportivas, mas com certeza terá na scooter uma companheira melhor. Vários motivos: ela é menor, por isso mais ágil para as ruas e avenidas estreitas e lotadas. Ela é mais econômica. Ela é muito mais barata, e isso inclui seguro e manutenção. E ela é mais confortável, só pelo fato de ser automática e pela posição boa de pilotagem.

Mas você é aquele cara que só tem a moto pra lazer, então nem tem porque se preocupar com as scooters, certo? Não.

Se você gosta de pegar estrada sem abrir mão do conforto e ainda leva uma garupa mesmo em caminhos longos, poderia pensar numa maxi-scooter. Se antes as “vespinhas” traziam, no máximo, 100 cc, hoje temos modelos ótimos e confortáveis de 650 cc! E mantendo as características das originais: cambio automático, conforto e simplicidade (algumas, nem tanta simplicidade assim).

Então, amigo, deixe o preconceito de lado e procure, pelo menos, dar uma voltinha nessas charmosas e carismáticas “motinhas”. Você vai se impressionar.

Até a próxima.

Honda não pára e reformula seu scooter mais vendido

quinta-feira, março 28th, 2013

28-03-2013-1

O Honda Lead é o scooter mais presente nas ruas brasileiras. Com certeza você, colega motoqueiro, já reparou nisso. Agora a Honda apresentou sua nova versão, com belas mudanças.

A principal é no motor. De 110 cc, a pequena moto agora tem 125 cc. Agora o propulsor gera 11 cv de potência. Mas, segundo a Honda, por ser mais moderno e tecnológico e contar com o sistema “start-stop”, a moto está 10% mais econômica.

A mudança estética tornou a lead muito bonita, com influência vintage das Vespas originais. A nova opção para coloração dos bancos, caramelo, deixa esse sotaque retro mais acentuado (e bonito).

Os faróis dianteiros agora receberam luzes em led os piscas foram para a parte superior da carenagem. A traseira foi redesenhada e também tem luzes de led. O espaço sob o banco para levar capacetes aumentou de 35 litros para 37 litros e, segundo a empresa, pode levar até dois capacetes do tipo integral.

O painel da moto também é novo e revela o lado mais moderno e tecnológico da Lead, mas não traz mais mostradores que a versão atual.

A Lead será fabricada inicialmente no Vietnã para o mercado asiático e não está confirmada para o Brasil no primeiro semestre de 2013. Mas com o sucesso do scooter por aqui, as chances dela não aparecer no nosso mercado são quase inexistentes.

Boa noticia e ótima alternativa para a mobilidade urbana. Vamos torcer para não demorar muito.

Até a próxima

Honda promete PCX 150, a scooter supereconômica, para abril

sexta-feira, janeiro 11th, 2013

11-01-2013-1

A Honda já começa o ano de 2013 com novidades. A bola da vez é a scooter PCX 150, que conta com uma tecnologia exclusiva para poupar combustível.

Como o nome sugere, a pequena scooter tem motor de 150 cc monocilíndrico com refrigeração líquida e comando simples no cabeçote (SOHC). Alimentado por injeção eletrônica, ela é capaz de gerar 13,6 cv e 1,42 kgfm de torque.

Tudo isso com um único foco: a economia de combustível. Segundo a Honda, a scooter é capaz de atingir 40 quilômetros por litro (o tanque tem capacidade para 5,9 litros).

Para isso, a montadora japonesa redimensionou peças, buscando diminuir o atrito e a fricção no motor, uma ventoinha menor para aperfeiçoar o funcionamento do radiador e rolamentos especiais são alguns dos “truques”.

Mas a grande novidade da motocicleta é o Idling Stop. Ativado por meio de um dispositivo no manete da mão direita, o inédito sistema faz com que o motor do PCX 150 pare de funcionar após três segundos de inatividade, religando-o em seguida após o primeiro movimento do acelerador. Funciona como o stand-by dos aparelhos eletrônicos.

Muito legal!

Fora isso, o visual da motinha é bonito e moderno e a Honda afirma que o conforto é de scooter grande graças ao banco em dois níveis, presentes apenas em scooters maiores, como a Dafra Citycon 300i e a Suzuki Burgman 400 e 650.

O preço ainda não foi divulgado. Vamos aguardar e conferir, pois parece ser uma opção ótima para o dia a dia.

Até a próxima.

Smart Scooter

sexta-feira, setembro 24th, 2010

Falamos anteriormente sobre o modelo de scooter elétrica da marca inglesa Mini, agora é a vez de sua concorrente alemã, da Smart lançar as imagens de seu modelo. Com expectativa de apresentar a scooter em Outubro, no Salão de Paris a marca divulgou algumas imagens.

A motocicleta elétrica tem foco na agilidade, alto padrão de segurança, prazer da condução e, obviamente, emissão zero de poluentes. Tais características são principalmente para o uso urbano.

O propulsor elétrico transmite a potência diretamente para a roda traseira através de uma corrente - a Smart promete limpeza e garante que esta não irá necessitar de manutenção. Com uma potência de 4kW, a scooter pode atingir uma velocidade máxima de 45 km/h. O torque do motor elétrico já está disponível desde o momento da aceleração, o que garante vigor nas arrancadas.

A energia de tração é fornecida por um sistema altamente inovador que funciona a partir de uma bateria de 48 volts. Com este, a Smart anuncia uma autonomia de 100 km. A recarga pode ser feita em qualquer tomada doméstica e leva de três a cinco horas.

A intenção da empresa é expandir seu mercado principalmente entre os jovens, e por isso a scooter conta com design arrojado, segurança, tecnologia e consciência ambiental. Nos resta esperar e assistir entre a disputa entre os modelos Mini e Smart.

Leilão da Receita Federal em Santos

sexta-feira, junho 18th, 2010

Um leilão diferente hoje aqui no blog, ao contrário dos leilões promovidos pelo Detran do Rio de Janeiro, o de hoje é da Receita Federal e acontece em Santos. No total são 58 veículos que foram apreendidos por entrarem ilegalmente leilao24354no país.

Entre as máquinas disponíveis estão quadrículos, motos e scooters que podem ser adquiridos por melhores preços que os encontrados em concessionárias.

O leilão será realizado hoje (18/06) no Terminal Marítimo de Passageiros Giusfredo Santini - Concais S/A, Avenida Cândido Gaffreé, s/nº - Armazém 25 Interno do Porto de Santos - Santos - SP, a partir das 10 horas.

Aqueles que gostam de carros também podem aproveitar o leilão. Estarão disponíveis para aquisições veículos como Ferrari, Lamborghini, Mercedes e Porsche.

Vale lembrar que as mercadorias adquiridas destinar-se-ão ao uso e/ou consumo do
arrematante, vedada sua comercialização ou industrialização e só será permitida a arrematação de no máximo 3 lotes por pessoa.

Outra coisa importante: caberá a pessoa que comprar o veículo arcar com taxas como IPVA, licenciamento e regularização, primeiro emplacamento, emplacamento de veículos de coleção, transferências, emissão de certificado, modificações, remarcação de chassi ou outros

Fonte: O Globo